Seguidores

29 de mai de 2008

Um breve parágrafo sobre uma velha mentira

Profeta Urbano

Um breve parágrafo sobre uma velha mentira
O Livro de Atos é famoso por sua descrição de um sistema de propriedade comum na igreja de Jerusalém. Os apóstolos aceitavam doações – doações muito grandes – dos membros da igreja de Jerusalém. Essa prática tem sido usada pelos defensores do socialismo cristão como um exemplo a ser imitado pelo mundo moderno. Mas esses socialistas não citam as palavras de Pedro a Ananias com respeito à propriedade do último: “Guardando-a não ficava para ti? E, vendida, não estava em teu poder?” (Atos 5:4a). A posse em comum da Igreja de Jerusalém era voluntária, limitada em Atos a essa congregação, e administrada por homens que tinham revelação especial da parte de Deus. O que isso tem a ver com o socialismo moderno, que é compulsório, imposto sobre todas as pessoas numa sociedade, e administrado por burocratas apoiados pela polícia? Nada!

MAÇONANARIA - O que os homens de Deus testemunharam sobre ela

Sola: Scriptura (TT); fé; graça; Cristo; a Deus toda a glória; igrejas locais. Defender e edificar.

GRANDES HOMENS DE DEUS TESTEMUNHARAM CONTRA A MAÇONARIA
D.L.MOODY - ‘ NÃO POSSO VER COMO UMA CRISTÃO, QUANTO MAIS UM PASTOR, PODE ADENTRAR ESSAS LOJAS MAÇÔNICAS COM INCRÉDULOS. NÃO HÁ MAL QUE RESULTE O BEM. VOCÊ NUNCA REFORMAR QUALQUER COISA ATRAVÉS DE UM JUGO DESIGUAL COM OS ÍMPIOS’.
PETER CARTWRIGHT - ‘ A MAÇONARIA SE ORIGINOU COM O DIABO E TERMINARÁ COM O DIABO’.
CHARLES G. FINNEY - ‘É UMA VERDADEIRA CONSPIRAÇÃO COM A IGREJA E O ESTADO’. [Evangelista e Advogado].
R.A.TORREY - ‘NÃO ENTENDO COMO UM CRENTE INTELIGENTE E CONSAGRADO POSSA PERTENCER A UMA SOCIEDADE SECRETA. É UMA ÓBVIA DESOBEDIÊNCIA AO MANDATO ESPECIFICO DE DEUS EM II COR.6:14-18)
CHARLES A.BLANCHARD - ‘TODA MAÇONARIA É ANTI CRISTÃ. SEUS PRÓPRIOS PRINCÍPIOS SÃO ANTI CRISTÃOS. MAÇONARIA É SECRETA; CRISTIANISMO É ABERTO; MAÇONARIA É PARA POUCOS; CRISTIANISMO É PARA TODOS; MAÇONARIA EXIGE JURAMENTOS DE SANGUE; CRISTIANISMO DIZ: NÃO JUREIS DE MODO NENHUM. MAÇONARIA REQUER DINHEIRO E INICIAÇÃO. CRISTIANISMO REQUER ARREPENDIMENTO E FÉ. MAS DE TODA OBRA SACRÍLEGA, ANTI CRISTÃ, BLASFEMA DA MAÇONARIA, NADA É MAIS ASQUEROSO E HORRIPILANTE DO QUE OS CHAMADOS GRAUS CRISTÃOS.’
HAROLD REIMER - ‘ SÓ POSSO ENCARAR A ALEGAÇÃO DA MAÇONARIA, DE TER MAIS LUZ DO QUE A PRÓPRIA LUZ (JESUS), COMO OFENSA MUITO GRANDE À PESSOA DE JESUS CRISTO, SENÃO UMA BLASFÊMIA’.
CHARLES HERALD - ‘ EM PRIMEIRO LUGAR VI UMA IGREJA INTEIRAMENTE ARRUINADA EM SUA ESPIRITUALIDADE E EM SEU EFICIENTE SERVIÇO CRISTÃO, PORQUE O SEU CONSELHO SE COMPUNHA PRINCIPALMENTE DE MAÇONS E DE HOMENS PERTENCENTES A OUTRAS ORDENS SECRETAS.
· ‘ EM SEGUNDO LUGAR VI CRENTES, AS DEZENAS, TORNAREM-SE MUNDANOS E ABANDONAREM A IGREJA, QUANDO COMEÇARAM A FREQÜENTAR REGULARMENTE AS REUNIÕES DA LOJA.
** Aqui vemos o resultado de tentar seguir a dois senhores. O crente não pode servir a Cristo e a uma instituição aonde Cristo não é o SENHOR ABSOLUTO.

Fantasias gays e Kassab, o laico

Fantasias gays e Kassab, o laico
por Gerson Faria em 27 de maio de 2008
Resumo: Em 2008, a metade da cidade de São Paulo participou da parada do orgulho gay, afirmam os organizadores. Gays gostam mesmo de fantasias. © 2008 MidiaSemMascara.org
Autoridade é isso. A organização da parada do orgulho gay afirma não possuir dados científicos sobre quantas pessoas participaram da última edição do evento, ocorrido domingo, 25 de maio. Mesmo assim, afirmam ser algo em torno de 5 milhões de pessoas. Segundo o movimento, em 2007 foram 3,5 milhões, obtendo assim um aumento de 40% para o ano de 2008. Isso quer dizer que em 2007, 32% da população da cidade de São Paulo estava lá. Em um ano, 50% da cidade estava lá. Já analisei essa estatística gay para 2007 e não tenho nada mais a acrescentar nesse aspecto. O que era ridiculamente absurdo foi amplificado em 40%.
Só para o leitor ter uma idéia de densidade de pessoas, vai aí uma conta simples:
600 mil pessoas equivalem a uma lotação máxima do metrô de São Paulo nos piores dias (8 pessoas/m2 ) na avenida Paulista inteira (~75.000 m2 de área)
A Companhia de Engenharia de Tráfego não afirma nada, não viu nada. Não quer meter a colher em briga de maridos. Menos polêmico é anunciar os 200 Km diários de lentidão no trânsito paulistano, com precisão de 1%.
E sobre o orgulho gay, o que há para se dizer? Cada um tem orgulho do que enxerga em si como um valor muito alto. É uma idolatria, dirão os cristãos com razão. Lula tem orgulho de não ter estudado, os gays orgulhosos têm orgulho de uma cultura debochada, caricata, artificial. Dizem que são debochados por culpa da sociedade. E eu digo que é mentira pois já frequentei locais de freqüência gay e o comportamento deles lá dentro é tão ou mais debochado do que o comportamento de fora. Se antes me xingavam de homofóbico, agora vão me xingar de gay enrustido. Paciência. O mais estranho é que nunca me chamaram de petista enrustido por criticar o PT.
Não tenho preconceito com gays no geral. Conheci bem seu mundo e já perdi um amigo de universidade e alguns conhecidos pela vida arriscada e libertina que viviam. Tenho uma certa pena da tristeza de suas vidas. Não eram felizes, embora frequentassem festas uma atrás de outras. Começavam na terça-feira. Era salve-se quem puder atrás de sexo e diversão. E sempre ouvia, “sabe não sei quem, então, morreu de aids...”, “sabe não sei quem, então, morreu de tanto cheirar...”. Não eram poucos, acreditem.
E agora, todos o anos, o barulho da parada do orgulho gay, que passa em frente minha casa, faz com que me lembre desse amigo perdido. Pessoa animada, muito boa e inocente. Divertíamos-nos muito em sua companhia. Antes de iniciar sua vida gay já era assim, radiante. Sua escolha de vida foi pelo gayzismo e seu complemento, as drogas. Não há culpa da sociedade. Sempre fez o que quis. Abandonou estudos, foi ser gerente de Call Center, dava preferência à contratação de 'garotos'.
Há coisas que a sociedade não pode dar, e acredito ser essa a farsa principal da promessa de paraíso terrestre do movimento gay. A aceitação da sociedade não faz a menor diferença na hora de querer fazer sexo com quem ou o que quer que seja. Se não, o que dizer da quantidade de pessoas internadas no Hospital das Clínicas que tentaram sexo com garrafas, lâmpadas fluorescentes, cabos de vassoura etc. sem sucesso? Cada prática tem seu risco e nada, nada pode a sociedade fazer quanto à multiplicidade de escolhas possíveis. Não é a sociedade aceitando a prática de sexo com garrafas que a condição do ‘garrafossexual’ irá melhorar. Há um problema intrínseco na escolha mesma. E culpar a sociedade por não nos amar é demais. A sociedade de modo geral nos ignora e isso é da natureza do amor e da sociedade. Por isso, não exija amor e reconhecimento dos que o ignoram, será decepcionante.
Os pais desse meu amigo o amavam do jeito que era. Conheci sua mãe, irmão etc. Conheci suas tristezas e, embora distantes, éramos amigos. Sua máxima era o romântico “viver dez anos a mil que mil anos a dez”.
Nossas vidas tomaram rumos distintos e só soube de seu estado quando já era tarde. Em seu velório, colegas gays meus e dele não foram olhá-lo pela última vez. Gays não gostam de ver vítimas da aids, são realmente “sidofóbicos”. Eu fui e não me esquecerei jamais do que vi. E jamais esquecerei do sofrimento de sua mãe, de seu pai e de seu irmão.
Se escrevo artigo atrás de artigo sobre a mentira cabal chamada ‘movimento gay’, não é porque eu seja homofóbico, rótulo político infamante. É porque sei que de ‘gay’ esse movimento não tem nada. Ele rouba a vida das pessoas, seu espírito e seu corpo. Não tenho porque responder a estultices de ser tachado de homofóbico. Fiz o que pude para ajudar esse amigo. O ‘movimento gay’ não estava lá, acompanhando sua perda de peso acelerada e inexorável. E nem doar sangue o movimento poderia.
Se escrevo artigo atrás de artigo sobre a mentira cabal chamada ‘movimento gay’, é porque acredito que temos como dever diário tirar o argueiro de nossos olhos e ajudar a tirar o dos olhos de nossos irmãos quando podemos.
Por isso digo: prefeito Kassab, fique lá mesmo na parada do orgulho gay mendigando votos, distribua preservativos a todos, selinho para estabelecimentos gay friendly e ache tudo lindo maravilhoso, alimentando a falsa ilusão dos tolos, que acham que tudo na vida é aceitação social. Deixe a Marcha para Jesus longe de preocupações politicamente corretas, demagógicas e covardes.

27 de mai de 2008

O segredo do homossexualismo – Parte III

Jorge Nilson

Concluindo o artigo sobre o segredo do homossexualismo, aconselho a todo cristão, a se prepararem mais bíblica e espiritualmente, pois não só a liderança dos homossexuais tentarão implantar a pedofilia, o sexo com animais, o incesto, sexo explicito em via pública, mas também tentará convencer as pessoas que a Bíblia precisa ser reinterpretada, apoiando assim a suas práticas numa suposta confirmação bíblica. Já vários textos criados por ativistas homossexuais, que declaram que Davi e Jonatas eram amantes, a destruição de Sodoma e Gomorra não foi por causa do homossexualismo e sim por outros motivos. Chegam ao ponto de dizer que o próprio Filho de Deus, Jesus Cristo, tinha um romance com João Evangelista.
Os ataques à Bíblia, aos cristãos, serão tão intensos, que até mesmo muitos se desviarão da verdade e darão ouvidos aos esses desvios doutrinários.
Desejo que todo cristão, se fortaleça no poder da oração e tenham coragem de defender a fé que uma vez foi dada aos santos. Será comum ouvir desses ativistas que todo mundo tem o seu lado feminino, e que ninguém deve reprimi-lo. Eles farão protesto em frente às igrejas, como já fazem nas paradas da vergonha gay. Mas haverá um dia em que todos compareceram perante o tribunal de Deus, e lá não terá campanha a favor dos “direitos gay”. Lá não haverá investimento dos governos corruptos para promoção do movimento gay. Naquele dia, tudo será revelado. Todos verão como o diabo orquestrou toda essa mentira para desencaminhar a humanidade.
Sejamos fortes e tementes a Deus.
A igreja sofredora não terá mais que tolerar, o intolerável. Todos os homossexuais; eu disse todos, verão o quanto foram enganados pelo diabo, porém será tarde demais.
Deixo aqui as palavras de Cristo que disse: Vinde a mim todos que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei.

Corações frios nos últimos dias

Corações Frios nos Últimos Dias
Autor: Alan Yusko

Estou escrevendo este artigo porque tenho visto e ouvido falar de uma crescente frieza na igreja. Muitos que professam serem cristãos estão demonstrando um coração frio na maneira como tratam as outras pessoas. Acredito que a base para um coração frio é a rejeição da sã doutrina bíblica. Quando isso acontece, com o passar do tempo, o pecado e a contemporização entram na vida da pessoa. O resultado final é que o coração dela torna-se muito frio.
Este artigo explorará a questão sobre o aumento da frieza no coração das pessoas dentro da igreja nestes últimos dias. Os versos-chave que usaremos são estes:
"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará." [Mateus 24:9-12]
Vemos nessa passagem que haverá perseguição e ódio contra o povo de Deus. Os cristãos serão odiados e até assassinados neste mundo sem Deus.
Os problemas no mundo separam as ovelhas dos bodes. No texto referido, vemos que haverá aversão e traição contra os cristãos.
Nos últimos dias surgirão muitos falsos profetas. Homens ímpios aparecerão na igreja para pregar doutrinas heréticas. Infelizmente, muitos serão enganados e seguirão esses falsos profetas. As pessoas que serão enganadas são aquelas que não amam o suficiente a palavra de Deus e não a lêem diariamente.
Finalmente, temos o verso-chave (verso 12) para este artigo. Como resultado dos problemas no mundo, do falso ensino, dos falsos profetas e da enganação, o amor de muitos se esfriará. Isso significa que as pessoas ficarão com um coração frio. O verso 12 diz que a iniqüidade crescerá no mundo. Isso significa que o pecado estará em toda a parte e será socialmente aceito. A sociedade e as pessoas em geral amarão mais as trevas do que a luz. Como conseqüência, os corações ficarão duros e o amor esfriará. Isso pode ser observado no mundo e também na igreja. O mundo está com o coração tão duro que as pessoas matam bebês inocentes no útero materno sem sentir a menor dor de consciência. Em muitos países de 'primeiro mundo' é totalmente correto diante dos olhos da sociedade cometer esse assassínio. Os idosos e os doentes terminais estarão em breve na lista da morte. Se os bebês podem ser assassinados, então os doentes e os idosos devem começar a se preparar, pois serão os próximos. Os corações estão ficando muito frios e insensíveis. Os cristãos que vivem no mundo estão rodeados por todos os tipos de pecados e de perversidade. Alguns acabam se desviando e permitem que seus corações esfriem.
A Rejeição da Sã Doutrina
Por que há uma crescente frieza na igreja? A base para um coração frio é o coração que não ama a sã doutrina.
"Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas." [2 Timóteo 4:3-4]
É hora de acordar, pois os dias da rejeição da sã doutrina estão sobre nós! Muitos que professam a fé cristã rejeitaram a verdade e a sã doutrina e preferem ouvir palavras suaves, que agradem aos seus ouvidos. Observe no verso 3 no texto referido que a concupiscência toma o controle da pessoa quando a sã doutrina é rejeitada. Quando a lascívia passa a controlar a vida da pessoa, o pecado entra em sua vida. Quando a pessoa afasta-se da sã doutrina volta-se para o pecado e para a contemporização e um dos frutos resultantes é a frieza no coração.
Permita-me dar um exemplo. Existe nos EUA um movimento chamado Promise Keepers que está promovendo abertamente a união com base em uma falsa religião baseada em obras e em sacramentos - o Catolicismo. Em vez de evangelizar os católicos perdidos, eles estão sendo tratados como irmãos em Cristo. A pedra fundamental do movimento Promise Keepers é a rejeição da sã doutrina. Os homens que participam do Promise Keepers vão aos encontros nesse Clube do Bolinha para cantar e ter comunhão uns com os outros. Como a doutrina não é uma preocupação, eles ficam bravos se alguém se atrever a se opor a esse "movimento de Deus"! Isso significa que os cristãos sinceros que vêem problemas com o Promise Keepers são malvistos em suas próprias igrejas. Como se recusam a participar nesse grande 'movimento de Deus', são tachados de criadores de divisões e sem-amor. Na verdade, o problema não está com aqueles que vêem os problemas, mas sim com aqueles que não têm Deus e que não amam a sã doutrina. Lembre-se que um coração frio e a rejeição da sã doutrina andam de mãos dadas.
Outro exemplo é o Reavivamento do Riso, também chamado de Unção do Riso, ou Bênção de Toronto. Já ouvi testemunhos de pessoas que tiveram esse movimento demoníaco em suas igrejas. O pastor e outras pessoas ficaram envolvidos. Existem pessoas cristãs, no entanto, que vêem o perigo desse movimento maligno e se atreveram a falar contra ele. Elas acham estranho e demoníaco quando as pessoas deitam-se no chão e começam a latir como cachorros, rugir como leão, rir descontroladamente, desmaiar ou ter convulsões, como se estivessem sob um ataque epiléptico. Como conseqüência das advertências, esses assim chamados cristãos amorosos no Reavivamento do Riso do inferno ofendem essas pessoas. Muitos cristãos ficaram feridos e foram forçados a deixar esse tipo de assembléia e a procurar outra igreja, após dez ou vinte anos de participação fiel. Esse tipo de coisa está acontecendo hoje e, novamente, a base é a rejeição da sã doutrina bíblica. Quando a sã doutrina é rejeitada, o coração torna-se frio e não aceita a repreensão.
Eis outro exemplo: Todos já ouvimos falar nos mestres da fé que ensinam a nomear e a reivindicar. Eles têm grandes nomes e grandes igrejas, aparecem na televisão regularmente e usam jóias caras. Os pastores da linha 'nomeie e reivindique' afirmam ter comunicação freqüente com Deus de alguma forma audível. Segundo eles, Deus lhes dá muitas instruções nas audiências pessoais que têm com o Todo-Poderoso. Infelizmente, o que Deus supostamente lhes diz não se adequa com sua palavra já revelada na Bíblia. Além disso, eles profetizam, supostamente da parte de Deus, mas essas profecias não se cumprem. Na verdade, são falsos profetas que não ouviram palavras de Deus, mas ouviram sim, a palavra do Diabo. Sabe qual é o teste de um verdadeiro profeta de Deus? A pessoa precisa estar 100% correta durante todo o tempo quando fala as palavras de Deus. A penalidade no Antigo Testamento para os falsos profetas era a morte. Atualmente, não matamos mais os falsos profetas, mas existem muitos deles por aí. Os seguidores dos falsos profetas preocupam-se com o falso ensino e com as falsas profecias? Querem saber se esses homens são falsos profetas de acordo com a Bíblia? A resposta é NÃO. Esses homens são enganadores e enganam a muitos! Quando um cristão que ama a Deus e a sã doutrina adverte, os seguidores do profeta geralmente ficam irados e respondem com ofensas. As pessoas de coração frio, que rejeitam a sã doutrina bíblica, ficam furiosas quando seu líder 'espiritual' é questionado ou tem seus ensinos comparados com os da Bíblia. Até ameaças de morte são feitas, como "Deus o destruirá por atacar seu ungido"... ou "Não fale mal de um ungido de Deus", etc. Para os falsos profetas, aqueles que amam e defendem a sã doutrina são considerados sem-amor e um câncer que causa divisões na igreja, e oram para que Deus os remova. Novamente, muitos cristãos verdadeiros têm sido feridos por essas pessoas de coração frio que amam os falsos profetas e seus falsos ensinos em vez de o Senhor Jesus Cristo. A pedra fundamental para o coração frio e sem-amor é a rejeição da sã doutrina.
Aqui está um exemplo de uma falsa profecia. Certa vez uma pessoa que afirma ter conversas freqüentes com Deus fez esta afirmação: Que em junho de 199X, Deus removeria todo o mal da terra. Todos os tipos de seguidores crédulos acreditaram nessa assim chamada Palavra de Deus anunciada por esse falso profeta. À medida que o dia se aproximava, as pessoas que acreditavam na falsa profecia ficaram muito animadas. No entanto, aquele dia veio e nada de extraordinário ocorreu. Para se justificar, os seguidores foram a um jornal e começaram a dizer que talvez aquilo tenha realmente acontecido, mas "simbolicamente"! Eles encontraram eventos no mundo e disseram: Aqui, Deus está arrancando o mal do mundo. A conclusão é que aquele homem fez uma falsa profecia extra-bíblica que não se cumpriu. Na verdade, não poderia mesmo se cumprir porque contradizia o que Deus já revelou na Bíblia. Deus não arrancará todo o mal do mundo em um certo dia, mas está no processo de remover a iniqüidade e o pecado. Ele só vai terminar esse processo no final do reino milenar, após o retorno de Jesus Cristo à terra. Aí então Deus criará novos céus e nova terra, livres da contaminação do pecado. Até lá, porém, o mal continuará a existir no mundo e realmente não importa o que um falso profeta diga.
O fato triste é... se as pessoas lessem suas Bíblias e tivessem um coração obediente e aberto à repreensão, o falso profeta que trouxe essa falsa profecia não teria prosperado. Entretanto, ele foi honrado na "televisão cristã" e muitos falaram sobre sua "palavra de profecia" com grande fervor e reverência, rejeitando e atacando todas as vozes que se atreveram a contradizer aquela 'profecia de Deus". Novamente, vemos a rejeição da sã doutrina bíblica levando a um coração frio.
O Amor a Deus
A conclusão final é que as pessoas que rejeitam a sã doutrina não amam a Deus.
"Se me amais, guardai meus mandamentos." [João 14:15]
Se eles amassem a Deus, guardariam seus mandamentos. Isso envolve ouvir a Palavra de Deus e obedecê-la; envolve também amar a sã doutrina e rejeitar a falsidade. Infelizmente, isso não acontece hoje. Em nome do amor, os falsos mestres recebem a permissão de pregar suas heresias e aquele que os desafiar é atacado como sendo causador de divisões, sem-amor e de coração duro.
"Retendo firme a fiel palavra, que é conforme a doutrina, para que seja poderoso, tanto para admoestar com a sã doutrina, como para convencer os contradizentes. Porque há muitos desordenados, faladores, vãos e enganadores, principalmente os da circuncisão." [Tito 1:9-10]
Somos instruídos a reter a sã doutrina e a defender a fé que está sob ataque dos falsos mestres que estão em busca das riquezas e da fama terreais.
Existem muitos faladores vãos e enganadores. Lembre-se que eles prosperarão e enganarão a muitos. Infelizmente, eles já fizeram um grande infiltração nas igrejas. Como as pessoas não amam a sã doutrina, os falsos mestres são aceitos e os corações ficam cada vez mais frios à medida que cresce também a iniqüidade no mundo.
"Aos quais convém tapar a boca; homens que transtornam casas inteiras ensinando o que não convém, por torpe ganância." [Tito 1:11]
Para aqueles que amam a Deus precisamos continuar a falar como Deus nos manda. Nunca desista de falar contra aqueles que promovem o erro e a heresia na igreja. A motivação para os falsos mestres é o dinheiro. Eles querem dinheiro e não as coisas de Deus.
Para aqueles que amam a Deus e que amam a sã doutrina há um vínculo de unidade. Esse vínculo é automático, porque o Espírito Santo é o mesmo dentro de cada cristão genuíno. Infelizmente, existe muito joio espalhado entre o trigo; existem lobos entre as ovelhas.
"Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós; que também vós uns aos outros vos ameis. Nisto conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros." [João 13:34-35]
Nestes dias finais, o amor de muitos está esfriando. O pecado cresceu tanto, até na igreja, que muitos desenvolveram um coração frio. No entanto, Deus ainda tem seu remanescente que o ama, que ama a sã doutrina e que ama os outros cristãos.
"Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus." [João 12:43]
Muitos hoje estão buscando o louvor dos homens. Entretanto, o verso referido diz que há um louvor de Deus. Aqueles que amam a Deus e o buscam em primeiro lugar receberão esse louvor. Contudo, há um preço a pagar. Quando você se levanta para se opor ao joio e aos falsos mestres, deixa de ser bem-recebido em alguns círculos. Talvez precise até mesmo procurar outra igreja, se a sua estiver totalmente entregue à contemporização doutrinária e não quiser ouvir a sã doutrina. Não deixe de freqüentar a igreja, pois somos instruídos a procurar uma boa igreja e sermos participantes. Entretanto, procure uma igreja que ponha a Bíblia em primeiro lugar. Nenhuma igreja é perfeita, mas você deve procurar uma que pelo menos esteja tentando caminhar com Deus.
Apostasia nos Últimos Dias
A Bíblia ensina que haverá uma grande apostasia nos últimos dias. Por outro lado, os falsos profetas estão todos dizendo que haverá um grande reavivamento. Em breve o Anticristo aparecerá (possivelmente após o Arrebatamento) e a atual apostasia e afastamento da doutrina está preparando o caminho para um sistema religioso mundial. Esse sistema será apóstata e contrário à sã doutrina. Acredito que será uma combinação de cristianismo com o islamismo. Portanto, quando você ouvir alguém falar sobre um grande reavivamento, acautele-se. A Bíblia diz que haverá uma grande apostasia nos últimos dias, não um grande reavivamento. O reavivamento das 'falsas religiões' será um grande movimento ecumênico que unirá todos os tipos de falsas religiões em uma só. Esse reavivamento não tem nada que ver com Deus... mas tem tudo que ver com o Anticristo.
Outra diferença interessante é que os cristãos genuínos estão se preparando para ir para o céu para estar com o Senhor. Por outro lado, o joio está se preparando para reinar na terra agora. O joio afirma que vai ganhar este mundo para Deus. Sim, o mundo será conquistado e ficará unido, mas não sob Deus... será sob o reinado do Anticristo. O cristão genuíno deve erguer os olhos para o céu e alegrar-se, sabendo que o dia da redenção está próximo. Continue testemunhando para os perdidos, obedecendo e servindo a Deus como ele deseja. Os últimos dias serão marcados por uma apostasia da sã doutrina bíblica. Juntamente com isso, haverá um aumento na frieza nos corações. O mundo não caminha para um grande reavivamento; ao contrário, caminha para uma grande apostasia.
"Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição." [2 Tessalonisences 2:3]
O verso acima diz que o aparecimento do Anticristo será precedido pela apostasia. As pessoas apostatarão da sã doutrina bíblica. A fé uma vez para sempre entregue aos santos será rejeitada e, em lugar dela, as fábulas e os mitos (o misticismo) serão aceitos. O caminho estreito da salvação SOMENTE por meio do Senhor Jesus Cristo será rejeitado. Em vez disso, um falso evangelho será aceito como parte dos ensinos da religião mundial apóstata. Isso ocorrerá imediatamente antes do aparecimento do Anticristo. Estamos vivendo nestes dias agora!!
Além disso, à medida que o povo se afastar da sã doutrina, o pecado crescerá na sociedade e na igreja. Conseqüentemente, o amor de muitos esfriará. Novamente, isso está acontecendo hoje. Muitas pessoas estão com seus corações frios e endurecidos.
Em breve a igreja (o corpo dos cristãos genuínos) será arrebatada para estar com o Senhor nos céus. Após o arrebatamento, muitas igrejas não perderão uma parte significativa de seus membros. Com a remoção do restritor, o Diabo estará livre para trazer o Anticristo ao poder. Durante o reinado do Anticristo toda a sã doutrina será rejeitada e a enganação prevalecerá. Muitos acreditarão nas enganações e, portanto, serão condenados para sempre. No entanto, durante esse tempo, Deus também salvará muitas pessoas; pois elas precisarão escolher se aceitam ou rejeitam a salvação que é encontrada somente no Senhor Jesus.
Conclusão
Mostramos que um coração duro e sem-amor caminha de mãos dadas com a rejeição da sã doutrina. Muitos que afirmam serem cristãos na verdade são pessoas de coração frio que não amam a sã doutrina. Elas soltam seu veneno contra aqueles que não abraçam seus erros e que as advertem sobre os perigos. Estamos também vivendo em dias de apostasia, não de reavivamento. Os falsos profetas estão dizendo que o 'reavivamento' ocorrerá, mas isso não é verdade. O mundo está caminhando para seus dias mais tenebrosos. Após o arrebatamento, o Anticristo estará livre para ascender ao poder; durante o reinado do Anticristo, Deus derramará terríveis juízos sobre os ímpios. À medida que o mundo avança no pecado e na apostasia, o amor de muitos esfriará. Haverá pessoas de coração frio dentro e fora das igrejas; essas pessoas rejeitam a sã doutrina e atacam e ofendem qualquer um que se oponha às enganações que elas acolheram.
Não se sinta desanimado se encontrar pessoas de coração frio na igreja. Lembre-se que sua fé deve estar firmada no Senhor Jesus Cristo e não nas outras pessoas. Continue fazendo aquilo que é certo e deseje ansiosamente o breve retorno do Senhor Jesus para levar sua igreja aos céus.
"E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará." [Mateus 24:12]
Mesmo assim, vem logo Senhor Jesus.
Autor: Alan Yusko. Visite o site dele, Heaven Soon Data da publicação: 14/3/2001Patrocinado por: V. H. P. - Rio Grande do Sul A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/yusko-4.asp

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

26 de mai de 2008

Álcool

Álcool
http://www.jesusvoltara.com.br/
Que dizem as Escrituras sobre o álcool, vinho e licor? A Bíblia diz em Provérbios 20:1 “O vinho é escarnecedor, e a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar não é sábio.” Por que que as bebidas álcoolicas são perigrosas? A Bíblia diz em Efésios 5:18 “E não vos embriagueis com vinho, no qual há devassidão, mas enchei-vos do Espírito.” Por que que reis e governantes não deveriam beber bebidas álcoolicas? A Bíblia diz em Provérbios 31:4-5 “Não é dos reis, ó Lemuel, não é dos reis beber vinho, nem dos príncipes desejar bebida forte; para que não bebam, e se esqueçam da lei, e pervertam o direito de quem anda aflito.” Com que outros pecados está a embriaguez classificada? A Bíblia diz em Gálatas 5:19-21 “Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, … a idolatria, a feitiçaria, … as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus.” Quais são os resultados dos que se entregam a excessos de comida e bebida? A Bíblia diz em Provérbios 23:20-21 “Não estejas entre os beberrões de vinho, nem entre os comilões de carne. Porque o beberrão e o comilão caem em pobreza; e a sonolência cobrirá de trapos o homem.” Como afetam as bebidas álcoolicas áqueles que as tomam? A Bíblia diz em Provérbios 23:29-35 “Para quem são os ais? para quem os pesares? para quem as pelejas, para quem as queixas? para quem as feridas sem causa? e para quem os olhos vermelhos? Para os que se demoram perto do vinho, para os que andam buscando bebida misturada. Não olhes para o vinho quando se mostra vermelho, quando resplandece no copo e se escoa suavemente. No seu fim morderá como a cobra, e como o basilisco picará. Os teus olhos verão coisas estranhas, e tu falarás perversidades. Serás como o que se deita no meio do mar, e como o que dorme no topo do mastro. E diràs: Espancaram-me, e não me doeu; bateram-me, e não o senti; quando virei a despertar? ainda tornarei a buscá-lo outra vez.” O suco de uva puro é uma benção para o homem. A Bíblia diz em Isaías 65:8 “Assim diz o Senhor: Como quando se acha mosto num cacho de uvas, e se diz: Não o desperdices, pois há bênção nele; …”

Os últimos dias

Os Últimos Dias
http://www.jesusvoltara.com.br/

Os que não são cristãos tem dificuldade em acreditar que estamos vivendo nos últimos dias da história de esta Terra. A Bíblia diz em 2 Pedro 3:3-4 “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.” A vinda do anticristo é um sinal do fim. A Bíblia diz em 1 João 2:18 “Filhinhos, esta é a última hora; e, conforme ouvistes que vem o anticristo, já muitos anticristos se têm levantado; por onde conhecemos que é a última hora.” Que disse Jesus sobre quando o fim do mundo chegaría? A Bíblia diz em Mateus 24:14 “E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.” Nos últimos dias haverão homens fazendo-se passar por Jesus para nos enganar, A Bíblia diz em Mateus 24:23-24 “Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.” Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. A Bíblia diz em Mateus 24:29-30 “Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.” Em que condição moral estará a nossa sociedade nos últimos dias? A Bíblia diz em 2 Timóteo 3:1-5 “Sabe, porém, isto, que nos últimos dias sobrevirão tempos penosos; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a seus pais, ingratos, ímpios, sem afeição natural, implacáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta- te também desses.” Um aumento em conhecimento e habilidade de viajar é um sinal dos últimos dias. A Bíblia diz em Daniel 12:4 “Tu, porém, Daniel, cerra as palavras e sela o livro, até o fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.” Que outros sinais dos últimos dias menciona a Bíblia? A Bíblia diz em Lucas 21:25-26 “E haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; e sobre a terra haverá angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Os homens desfalecerão de terror, e pela expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto os poderes do céu serão abalados.” Conversaçôes sobre paz e segurança é outro sinal dos últimos dias. A Bíblia diz em 1 Tessalonicenses 5:2-3 “Porque vós mesmos sabeis perfeitamente que o dia do Senhor virá como vem o ladrão de noite; pois quando estiverem dizendo: Paz e segurança! então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão.” Que devem as pessoas fazer quando vêem estes sinais? A Bíblia diz em Mateus 24:42-44 “Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor; sabei, porém, isto: se o dono da casa soubesse a que vigília da noite havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa. Por isso ficai também vós apercebidos; porque numa hora em que não penseis, virá o Filho do homem.”

Aos pais imperfeitos

Aos pais imperfeitos

Queridos pais, para uma relação saudável e harmoniosa (embora imperfeita) com os vossos filhos, sugiro que:Na medida que você corrige, converse;Na medida que você erra, se retrate;Na medida que você reclama, elogie;Na medida que você pune, premie;Na medida que você ensina, dê exemplo;Na medida que você se ausenta, participe;Na medida que você se afasta, abrace;Na medida que você cobra, perdoe;Na medida que você magoa, beije;Na medida que você entristece, promova alegria;Na medida que você produz lágrimas, arranque sorrisos;Acima de tudo, ame-os.
Postado por ALTAIR GERMANO,

23 de mai de 2008

Pedeofilia e Homossexualismo

Pedofilia e homossexualismo
Os ativistas homossexuais rotineiramente alegam que o homossexualismo nada tem a ver com pedofilia. Mas quer saber o que os homossexuais pensam entre si? Aliás, alguns não só pensam, mas já estão começando a abrir o armário da verdade oculta da pedofilia.
O artigo abaixo foi totalmente escrito por um homossexual assumido e foi publicado num site homossexual brasileiro. Eu o postei no meu blog a fim de que você leia, pelas próprias palavras de um homossexual, o que vem pela frente.
Agora que os ativistas homossexuais já conseguiram convencer a sociedade a ver o homossexualismo como normal, é difícil imaginar o próximo passo deles?
Veja também meus textos sobre o assunto:
CRIANÇAS: O próximo alvo do movimento homossexual
Psiquiatra infantil acusado de abusar sexualmente de meninos
Pedófilos lançam partido próprio
Padres, pedofilia e homossexualismo: a verdade que ainda não saiu do armário
Sete Membros da NAMBLA São Presos em Operação Policial Secreta

Pastor diz que Michael Jackson abusou dele quando era criança
Estudo revela abundantes casos de pedofilia homossexual no sistema que cuida das crianças órfãs

Meu texto mais importante sobre pedofilia encontra-se no e-book As Ilusões do Movimento Gay que, entre os pontos, traz uma pesquisa que avaliou pedófilos heterossexuais e homossexuais. Os resultados da pesquisa apontaram:
153 pederastas homossexuais tinham estuprado 22.981 meninos por um período, em média, de 22 anos.
224 pedófilos heterossexuais tinham estuprado 4.435 meninas por um período, em média, de 18 anos.
Cada pederasta homossexual violentou em média 150 meninos, enquanto cada pedófilo heterossexual violentou em média 20 meninas.
Só para recordar, embora o articulista homossexual abaixo tente distinguir apenas a pedofilia heterossexual como violência, tratando a pedofilia homossexual como amor, todos os meninos são violentados por homossexuais.
As Ilusões do Movimento Gay, que tem muito mais informações, está disponível gratuitamente para download na primeira página do JesusSite.
Julio Severo
www.juliosevero.com

21 de mai de 2008

McDonald`s está financiando o ativismo homossexual

McDonald's está financiando o ativismo homossexual
Ao que tudo indica, servir Big Macs ao público não é mais suficiente para satisfazer a fome do McDonald's de fazer um impacto cultural na sociedade. Lamentavelmente, como novo parceiro corporativo da Câmara Nacional do Comércio Gay & Lésbico (CNCGL) nos Estados Unidos, o McDonald's está agora financiando ataques contra o casamento e contra a família.
A CNCGL promove não só negócios de proprietários homossexuais, mas também a agenda política homossexual em assembléias legislativas, cortes judiciais e o Congresso. Leis de criminalização ao pensamento ("crimes de ódio"), preferências de "direitos civis" homossexuais e transgêneros e benefícios para parceiros domésticos são questões prioritárias da CNCGL.
Richard Ellis, vice-presidente de comunicações do McDonald's, recentemente foi nomeado para a diretoria da CNCGL. Num comunicado à imprensa, a CNCGL elogiou Ellis por sua "vasta experiência com as organizações de defesa GLBT". É alarmante que o homem responsável pelas campanhas publicitárias do McDonald's direcionadas às famílias agora será líder das campanhas da CNCGL para enfraquecer os valores tradicionais.
As campanhas da CNCGL em favor do homossexualismo ameaçam a família, a definição do casamento e a própria liberdade religiosa que estimamos com tanto amor.
Título original: "McDonald's is funding homosexual activism--and I'm NOT lovin' it!" Email informativo do Family Research Council de May 5, 2008

Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com

20 de mai de 2008

Líder homossexual publica os endereços residenciais de ativistas pró-família

Líder homossexual publica os endereços residenciais de ativistas pró-família
Matthew Cullinan Hoffman
BRASIL, 20 de maio de 2008 (LifeSiteNews.com) — O mais destacado líder do movimento de militância homossexual do Brasil, Luiz Mott, está atacando ativistas pró-família publicando seus endereços residenciais e entrando com acusações formais contra eles por “difamação”.
Entre os que estão na mira está “Jael Savelli”, pseudônimo de uma mulher brasileira que é autora do blog “Pedofilia Não!”. No ano passado, Savelli desmascarou Luiz Mott defendendo a pedofilia e a pederastia num artigo famoso intitulado “Luiz Mott: Pedofilia Já!”
O ativista pró-família e escritor Julio Severo também é alvo dos ataques de Mott, embora o endereço publicado como sendo de Severo não esteja correto. Em numerosos artigos em seu blog e num livro intitulado “O Movimento Homossexual”, Severo incorreu na ira de Mott ao denunciar a conduta homossexual como imoral de acordo com a Bíblia. Recentemente, ele apareceu na televisão nacional criticando o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva por sua promoção da agenda homossexual no mundo inteiro.
“O Ministério Público da Bahia exigiu que o site Mídia Sem Máscara, que publicou meu artigo… divulgasse informações sobre minha identidade e endereço”, Savelli declarou para LifeSiteNews.com.
Agora, Mott publicou o endereço dela, depois que de algum modo misterioso o endereço dela acabou nas mãos dele, e Savelli está preocupada com a segurança dela. “O movimento homossexual é extremamente articulado e forte em minha cidade e não seria prudente da minha parte ignorar a possibilidade real de algum tipo de atentado contra mim ou contra os meus familiares”, disse ela.
O artigo de Savelli sobre Mott cita um artigo escrito por Mott, “Meu Moleque Ideal”, que indica uma preferência por pederastia. No artigo, Mott declara abertamente que, “no meu caso, para dizer a verdade, se pudesse escolher livremente, o que eu queria mesmo não era um homem e sim um meninão. Um ‘efebo’ do tipo daqueles que os nobres da Grécia antiga diziam que era a coisa mais fofa e gostosa para se amar e foder”.
Além disso, num artigo publicado no site dele, Mott escreve que “na minha opinião, o tabu e a repressão das relações sexuais entre adultos e jovens são apoiados por dois preconceitos, de que o sexo tem uma idade legal específica para se iniciar e de que todo relacionamento entre alguém mais velho e alguém mais jovem sempre implica violência e repressão. Estudos comprovam que ainda no útero o bebê já tem ereção…” (veja cobertura anterior de LifeSiteNews em http://www.lifesitenews.com/ldn/2007/jul/07073011.html).
O novo ataque de Mott, que aparece em seu site em http://br.geocities.com/luizmottbr/cronica6.html, essencialmente afirma que pelo fato de que ele realmente não foi condenado pelo crime de pedofilia, é difamação comentar que os textos dele descaradamente defendem a prática.
Além de Savelli e Severo, vários outros conhecidos ativistas pró-família são alvos do texto, inclusive Eliezer de Mello Silveira, advogado do Centro Apologético Cristão de Pesquisas, Rozangela Justino, psicóloga que realiza terapia reparativa para homossexuais que desejam mudar sua orientação, e Olavo de Carvalho, filósofo brasileiro que hoje vive nos Estados Unidos e edita a revista eletrônica Mídia Sem Máscara, e que também publicou o texto de Savelli desmascarando Mott. Além do endereço de Savelli, Mott também publicou o endereço de Mello Silveira.
Severo, como Savelli, está ao que tudo indica sendo investigado pela polícia brasileira em resposta às queixas criminais de Mott, registradas no final de 2007 e em janeiro de 2008. De acordo com o registro de IP dos visitantes do blog dele, a polícia acessou o site dele quase 50 vezes em dias recentes.
O texto de Mott e as investigações das autoridades brasileiras são o episódio mais recente numa série de ataques legais e pessoais que estão sendo feitos contra ativistas pró-família no Brasil pelo poderoso movimento homossexual, que goza publicamente apoio e financiamento do governo.
Mott, que é conhecido no Brasil como o “deão” do movimento homossexual, participou da criação do programa “Brasil sem Homofobia” do governo brasileiro. O programa busca promover a aprovação social do homossexualismo e da “não discriminação”. O governo do presidente socialista Lula também condecorou Mott com a Medalha da “Ordem do Mérito Cultural”.
Mott fez ameaças sutilmente disfarçadas contra o ativista pró-família Julio Severo no passado, falando acerca de condená-lo à “prisão perpétua em Sodoma e Gomorra”. Outros homossexuais publicaram ameaças mais explícitas e obscenas contra Severo. Ele permanece escondido dos grupos homossexuais bem como de seus aliados governamentais, os quais ele afirma agirem com impunidade no Brasil e acionam a justiça brasileira contra os cristãos que se opõem ao homossexualismo, muito embora o governo não tenha conseguido passar sua pretendida “lei de homofobia”.
“Lula e seus aliados socialistas têm estado envolvidos em escândalos sérios e eles estão sob sérias acusações, mas ele tem estado praticamente intocável pelos tribunais. Mesmo com leis adequadas contra o que ele tem feito, ele tem dado um jeito de escapar de todas as acusações”, Severo declarou para LifeSiteNews.com.
“Não existe nenhuma lei anti-homofobia contra nosso direito de defender os princípios da Bíblia acerca do homossexualismo, mas o mesmo sistema de justiça que vem deixando políticos corruptos escaparem imerecidamente pode me condenar de forma covarde”.
Links relacionados:
Blog de Julio Severo: http://juliosevero.blogspot.com
Veja o artigo do blog de Savell Blog acerca Mott:
http://jaelsavelli.blogspot.com/2007/06/luiz-mott-pedofilia-j-enquanto-ainda.html
Blog de Jael Savelli: http://jaelsavelli.blogspot.com
Mídia Sem Máscara: http://www.midiasemmascara.org
Blog da Dra. Rozangela Justino: http://rozangelajustino.blogspot.com
Cobertura anterior de LifeSiteNews:
Homossexuais brasileiros entram com ações legais por crime de ódio contra cristãos brasileiros
http://juliosevero.blogspot.com/2007/11/homossexuais-brasileiros-entram-com-aes.html
Grupos gays brasileiros lançam múltiplas ações legais para silenciar a oposição cristã
http://juliosevero.blogspot.com/2007/08/grupos-gays-brasileiros-lanam-mltiplas.html
Leader of Brazil Homosexual Movement Under Investigation for Pedophilia
http://www.lifesitenews.com/ldn/2007/jul/07073011.html
Fonte: LifeSiteNews

Zoológicos para gays

Gerson Faria
Resumo: Sexo homossexual em público no Parque do Ibirapuera. O novo item da agenda gay, cujos militantes — assim como todos os militantes que pululam pelo Brasil afora — querem estar fora do Estado e ao mesmo tempo protegidos por ele.
© 2008 MidiaSemMascara.org
A Folha de S.Paulo deste sábado, 17 de maio, traz uma matéria no caderno “Cotidiano” descrevendo a proposta “polêmica” do candidato ao conselho gestor do Parque Ibirapuera, um militante do movimento gay. Consta da criação de zonas liberadas dentro do parque destinadas à prática do sexo público homossexual. Afirma o candidato que é uma proposta ousada e turisticamente atraente, coisa européia mesmo, moderna. Afirma que tais atos não são novidade no parque, declarando não haver nada demais. Sua plataforma de candidato enseja oficializar tal prática.
A despeito da jequice do argumento de ser a Europa modelo de conduta, tal prática já é crime. Crime tipificado de atentado ao pudor. Se a polícia não age — e já ouvi muitos testemunhos disso — é outro problema. É problema originado pela pressão que o movimento gay exerce sobre a sociedade, quando exige que sua classe seja tratada diferentemente do resto dela, em que o sexo e sua expressão não são utilizados como fator político de luta de classes.
E se sexo em local público é crime, a proposta do militante, se aceita e aplicada, também é. E mais: crime de atentado ao pudor com o agravante da privatização de espaços públicos por opção sexual.
A matéria chama de “curioso” o fato de a proposta ser exclusiva a gays. Ora, não há nada de curioso nela. Os heterossexuais não são conhecidos por condutas sexuais “ousadas” e públicas como os gays. Querer forçar a natureza da questão, achando que se os gays podem os heterossexuais também podem, é oferecer falsamente um direito aos heterossexuais que eles não estão reivindicando, para tão somente beneficiar os militantes gays, com um falso argumento em justiça da universalidade.
Ora, já ouvi vários testemunhos do descaso com que aquele parque trata o usuário normal, que o freqüenta para trabalho ou lazer. Amigos que lá trabalham me contam que é comum o assédio que sofrem por indivíduos pervertidos que já vêem naquele local um território “livre”.
Dentro do parque há empresas (museus, lanchonetes, órgãos públicos, etc.) e alguns inúteis postos policiais. Em um dos testemunhos que obtive, a polícia se recusou a atender a um pedido para que acompanhasse a pessoa até uma das saídas do parque, pois estava saindo do trabalho à noite. A resposta do policial foi — acredite ou não — a de que ele estava assistindo à novela, não podendo assim atender ao pedido. Isso talvez deva-se a algum programa de sensibilização da polícia paulistana, coordenado por uma ONG qualquer.
Não bastasse o parque ser utilizado para esses fins, já é de conhecimento público a existência do local anexo ao parque, chamado de ‘autorama’, um espaço público que foi tomado pelos gays e por eles rebatizado e dado novo uso, o de “caçação”, como dizem. A imprensa vez ou outra traz notícias de casos de tráfico de drogas e pedofilia lá ocorridos.
São posições de difícil sustentação pública. Ora dizem que são pessoas mais que normais, ora dizem que querem fazer sexo no parque às vistas de qualquer um. Ora dizem que ser homossexual é uma escolha pessoal, ora dizem que é determinismo genético. Para sustentar tantas contradições por tanto tempo, o movimento gay possui uma rede de apoios políticos muito bem organizada, autochantageada e financiada, na mídia e nos órgãos do governo de forma geral, nos de cultura em particular. Nos museus, ministérios, secretarias, sem preconceitos. De faxineiros a diretores.
Imaginem que situação bizarra. Excursões de escolas visitando exposições na Oca, no Museu Afro, no MAM, como de costume, em meio aos marmanjos se entregando publicamente. Ora, seguindo a cartilha burocrática brasileira, haveria funcionários para fiscalizar horários de funcionamento do zoológico gay. Funcionários gays, é claro. Mas, como costuma afirmar o secretário Marrey sobre tais matérias, ele que não é um idiota qualquer, temos de deixar de lado as posições conservadoras, adotando posições mais de acordo com a cultura vigente. Cultura vai, cultura vem, haverá o dia em que fumar no Parque Ibirapuera será considerado crime hediondo.
O que esse militante anseia ardentemente não é diferente de tantos outros militantes deste Brasil, em que se plantando tudo dá. Gays, MST, indigenistas, pedófilos, etc., querem que as leis não sirvam para eles, mas sim, servirem-se delas. Querem estar fora do Estado e ao mesmo tempo protegidos por ele. Querem um Estado para eles. Se defendem o sexo público ou o direito inalienável de chupar picolé estando gripado no mais das vezes, não vem ao caso. Os ganhos políticos, ah, esses sim.
Se todas as questões de ordem pública não fossem mais do que meras oficializações de práticas, o Estado não teria mais razão de ser, exceto no Brasil, em que este se torna cada vez mais meio de vida de alguns, a despeito das necessidades básicas daqueles que o mantêm, sem ao certo saber o porquê.
Fonte: Mídia Sem Máscara

18 de mai de 2008

OS AMULETOS E A FÉ CRISTÃ

OS AMULETOS E A FÉ CRISTÃ
Pr Airton Evangelista da Costa
Do Dicionário Aurélio: AMULETO é “pequeno objeto (figura, medalha, figa, etc.) que, desde a mais alta antiguidade, alguém traz consigo ou guarda por acreditar em seu poder mágico passivo de afastar desgraças ou malefícios”; FETICHE é “objeto animado ou inanimado, feito pelo homem ou produzido pela natureza, ao qual se atribui poder sobrenatural e se presta culto”; SUPERSTIÇÃO é “sentimento religioso baseado no temor ou na ignorância, e que induz ao conhecimento de falsos deveres, ao receio de coisas fantásticas e à confiança em coisas ineficazes”. A Enciclopédia Britânica diz que AMULETO é ”designação genérica de diferentes objetos aos quais se atribui a virtude mágica de guardar ou proteger quem o porta. Usados tradicionalmente para afastar o azar e trazer sorte”. SUPERSTIÇÃO – “É uma atitude de espírito, crença ou prática mágico-religiosa para as quais não há explicação lógica e que se baseiam na convicção de que certos atos, palavras, números ou objetos trazem males, benefícios, azar ou sorte. As superstições, de modo geral, podem ser classificadas como religiosas, culturais e pessoais”. Dentre os diversos tipos de amuletos (olho de boto ou do peixe-boi; a ferradura, a meia-lua, a estrela-de-davi) a figa é o que alcançou maior popularidade. Usada para combater a esterilidade e o mau-olhado, é representada por uma mão humana fechada com o polegar entre os dedos indicador e médio. Enfim, amuleto é uma figura, medalha ou qualquer objeto portátil, qualquer coisa a que supersticiosamente se atribui virtude sobrenatural para livrar seu portador de males materiais e espirituais, e para propiciar benefícios nessas áreas. Ao aceitarmos o senhorio de Jesus, recebemos o Espírito Santo (1Co 6.19 Ef 1.13); nossos pecados são perdoados (Atos 10.43; Rm 4.6-8); somos recebidos como filhos de Deus (Jo 1.12); se somos filhos, logo somos também herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo (Rm 8.17); passamos da morte espiritual para a vida espiritual (1 Jo 3.14); somos novas criaturas (2 Co 5.17); o diabo se afasta e não nos toca (Tg 4.7; 1 Jo 5.18); não estamos mais sujeitos às maldições (Jo 8.32,36); podemos usar o nome de Jesus para curar enfermos e expulsar demônios (Mc 16.17-18); a salvação nos leva a um relacionamento pessoal com nosso Pai e com Jesus como Senhor e Salvador (Mt 6.9; Jo 14.18-23); estamos livres da ira vindoura (Rm 5.9; 1 Ts 1.10; 4.16-17; Ap 3.10), além de outras bênçãos. Em razão disso, somente o retorno voluntário ao pecado poderá alterar a nossa situação diante de Deus (Jo 15.6). O uso de qualquer objeto, seja no corpo, seja em nossa casa, não melhora em nada a nossa condição de filho, de herdeiro, de abençoado, de isento das investidas do diabo. Objetos não expulsam demônios, não quebram maldições, não substituem o poderoso nome de Jesus. O nome de Jesus não pode ser substituído por um objeto ou um produto industrializado. O uso de amuletos evidencia não uma atitude de fé, mas de falta de fé. Deus não opera por esse meio, sejam cordões, pulseiras, pirâmides, cristais, velas ou qualquer outro produto. A Bíblia não apóia tal prática. A atitude de fé é o esperarmos no Senhor e nEle confiarmos. Alegremo-nos no Senhor e Ele nos concederá os desejos do nosso coração (Salmos 23.1; 37.4-7). A nossa confiança deve ser depositada no Senhor. “Bem-aventurado o homem que pôe no Senhor a sua confiança” (Sl 40.4). Se dividirmos a nossa fé entre Deus e os amuletos, estaremos coxeando entre dois pensamentos. Não é esta uma manifestação de fé, mas de incredulidade, de dúvida nas promessas de Deus. E a dúvida é inimiga da fé (Mt 21.21). “Abraão não duvidou da promessa de Deus, deixando-se levar pela incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus, estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para cumprir” (Rm 4.20-21). Abraão creu na promessa de que seria pai de muitas nações. Aguardou confiantemente. Não apelou para objetos, amuletos, cordão, pulseiras, vassoura atrás da porta. Os amuletos, longe de serem veículos de bênçãos, podem trazer maldições, porque a fé não está centralizada exclusivamente em Deus. Podemos ler Isaías 31.1 assim: “Ai dos que confiam no poder místico dos amuletos, mas não atentam para o Santo de Israel, nem buscam ao Senhor”. O uso de amuletos pelo povo de Deus equivale a tomar o caminho de volta para o Egito. As nossas superstições foram deixadas no esquecimento. Não precisamos limpar nossos olhos com óleo ungido para não vermos as coisas do mundo. Pela ação do Espírito em nossas vidas, já morremos para essas coisas, para o sistema mundano, para o pecado. O Espírito que em nós opera não nos permite colocar coisas impuras diante de nossos olhos (Salmos 101.3). Os objetos, ou qualquer tipo de material seja sólido ou líquido, do reino mineral ou do reino vegetal, não servem para aumentar a fé dos cristãos. O que transmite fé, o que proporciona fé, o que dá origem à fé, é a palavra de Deus (Rm 10.17). Jesus não distribuiu qualquer tipo de objeto para melhorar a fé de seus ouvintes. Nos primeiros passos da Igreja, vemos Pedro e demais apóstolos anunciando insistentemente o Cristo vivo, e falando com paciência dos mistérios de Deus e das palavras de Jesus. E todos se enchiam de alegria, e milhares aceitavam o Evangelho. “Disse-lhes Pedro: arrependei-vos, e cada um seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados. E os que com grado receberam a sua palavra foram batizados, e naquele dia agregaram-se quase três mil almas” (Atos 2.38-41). O uso de amuletos é incompatível com a vida cristã e não proporciona prosperidade material ou espiritual a ninguém. Quem deseja viver uma vida de paz e de abundância deve buscar “primeiro o reino de Deus e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Sl 37.25; Mt 6.33; Mc 10.29-30; Lc 12.31; Jo 10.10). Para viver a sua fé o cristão não precisa de figas, de cordão de ouro, varinha mágica, porque as maldições não prevalecem contra nossas vidas. “Como o pássaro no seu vaguear, como a andorinha no seu vôo, assim a maldição sem causa não encontra repouso” (Pv 26.2). A maldição nos alcança se não estivermos sob a proteção de Deus, se não confiarmos nEle, se estivermos em pecado. A fé cristã rejeita o uso de qualquer objeto com o propósito de obter favores espirituais ou evitar a influência demoníaca. Do Egito já viemos. Das superstições já nos libertamos. Do jugo do opressor já estamos livres. Da Babilônia espiritual já saímos. Cristo quebrou na cruz todas as amarras, grilhões, embaraços; quebrou os fortes laços que nos prendiam ao mundo das trevas (Gl 3.13). Um irmão escreveu num fórum de debate: “Deus nos fez livres, livres de contatos físicos para O sentir, livres de pontos de apoio, para crer, livres de toda e qualquer espécie de superstição e amuletos, livres para crer num Deus que tudo supre, tudo faz, tudo opera naqueles que o amam”. Quando estávamos na ignorância espiritual, fazíamos uso de incensos e defumadores para afastar os maus espíritos. A Bíblia nos dá a receita: “Submetei-vos, pois a Deus. Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós” (Tg 4.7). “Cristo nos libertou para que sejamos de fato livres. Estai, pois, firmes e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da escravidão” (Gl 5.1). Copiado de: www.secrel.com.br/usuarios/aecosta
e-mail do autor: aecosta@secrel.com.br

Policial gay acusado de abusar sexualmente de menino

Policial gay acusado de abusar sexualmente de menino
Promotor público alega que ‘policial usou vários métodos para evitar ser descoberto’
© 2008 WorldNetDaily
Autoridades de Nova Iorque iniciaram medidas judiciais contra agente policial que no passado dirigia uma organização policial gay, alegando que ele espreitava o filho adotivo de um parente e forçou o menino a ter sexo com ele.
Jaime Katz, policial veterano agora designado para a Academia de Polícia, “desenvolveu um relacionamento… e com o tempo preparou o menino para sexo e atos relacionados com sexo”, disse o promotor público John Temple, de acordo com o jornal New York Post.
Katz, preso sob uma fiança de 500.000 dólares, declarou-se inocente.
Mas Temple disse que a vítima era órfã e os parentes de Katz adotaram esse menino e um irmão mais velho. Os promotores públicos alegam que o abuso começou quando o menino tinha 11 anos e continuou até a idade dos 13.
Temple alegou que Katz pagava as contas da família adotiva da vítima e saía de férias com eles, declararam os jornais.
Para evitar ser descoberto, o policial usava “vários métodos”, inclusive o uso de múltiplos celulares, conforme acusação dos promotores nos jornais.
As acusações contra Katz, 37, incluem ato sexual e colocar em perigo o bem-estar de uma criança, declarou o relatório.
Katz no passado era diretor da “Liga de Ação de Policiais Gays” e dirigia a organização em paradas do orgulho gay.
“Sou gay, muito gay”, Katz disse depois de uma parada de 2002 ao jornal.
Traduzido e adaptado por Julio Severo: www.juliosevero.com
Fonte: WND

14 de mai de 2008

PLC 122/2006: PODAR OU EXTIRPAR?

Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz
Suponhamos que alguém fizesse a proposta de uma lei em defesa dos fumantes. A injúria — que já é crime — seria um crime especial, com pena maior, se fosse cometida contra alguém em razão de ser fumante. O crime de constrangimento ilegal — por exemplo, impedir alguém de se locomover em um local público — teria uma pena agravada se o fosse praticado em razão do tabagismo da pessoa constrangida. A dispensa de um empregado sem justa causa — que não é crime – passaria a ser crime se o empregado fosse tabagista e se fosse dispensado em razão do fumo.
Certamente surgiriam objeções a essa proposta legislativa. Afinal — diriam — os direitos das pessoas, fumantes ou não, já estão elencados na Constituição Federal. O fumante, na qualidade de fumante, não tem direitos. O tabagismo é um vício que não pode acrescentar direito algum a alguém.
* * *
Está para ser apreciado no Senado Federal um projeto (PLC 122/2006) que pretende defender os que praticam atos de homossexualismo. A injúria — que já é crime — será um crime especial, punível com reclusão de 1 a 3 anos e multa, se cometida contra alguém em razão de seu comportamento homossexual (cf. art. 10). A dispensa de um empregado sem justa causa — que não é crime — passará a ser crime punível com 2 a 5 anos de reclusão se o empregado for homossexual e se for dispensado em razão de atos de homossexualismo (cf. art. 4º). A proibição de ingresso ou permanência de alguém em um estabelecimento aberto ao público será crime punível com 1 a 3 anos de reclusão se a pessoa impedida for homossexual e se a causa do impedimento for sua conduta homossexual (cf. art. 5º).
Que significa isso? Que além dos direitos fundamentais garantidos pela Constituição Federal a todas as pessoas, os praticantes do homossexualismo terão direitos em virtude do homossexualismo por eles praticado. O projeto pretende dar aos homossexuais direitos, não na qualidade de pessoa, mas na qualidade de homossexuais. Ora, o homossexualismo (entendido como prática da conjunção carnal entre pessoas do mesmo sexo) é um vício contra a natureza, que não pode acrescentar direito algum a alguém.
* * *
O PLC 122/2006 tem sido alvo de inúmeras críticas. Fala-se da perseguição que sofrerão aqueles que, comentando passagens bíblicas, condenarem o homossexualismo; da punição que sofrerá uma mãe de família ao dispensar a babá que cuida de suas crianças, após descobrir que ela é lésbica; da sanção penal que sofrerá o reitor de um seminário ao não admitir um candidato homossexual. Tudo isso é verdadeiro, mas não constitui o cerne da questão.
Fala-se também que as penas propostas para os novos crimes serão enormes, o que também é verdade. Mas também isso não é o ponto central do problema.
O núcleo do PLC 122/2006 é que ele, pela primeira vez na história legislativa brasileira, pretende dar direitos ao vício. Em nosso país isso é inédito, embora já existam coisas semelhantes em leis estrangeiras, com efeitos desastrosos.
* * *
Os pecadores têm um lugar especial no Cristianismo. Jesus disse textualmente: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. [...] Com efeito, eu não vim chamar justos, mas pecadores” (Mt 9:12-13). Ele, que acolheu a mulher adúltera que estava para ser apedrejada (Jo 8:2-11) e o ladrão que fora crucificado ao seu lado (Lc 23:39-43), não rejeitaria um homossexual arrependido. Certamente, Ele o perdoaria dizendo: “Vai, e de agora em diante, não peques mais” (Jo 8:11).
O auxílio que Jesus veio trazer aos pecadores é libertá-los do pecado. Afinal, disse Ele, “quem comete pecado é escravo” (Jo 8:34).
O PLC 122/2006 pretende não libertar os homossexuais, mas consolidar sua escravidão. Longe de estimular uma verdadeira mudança de conduta (“conversão”), o projeto pretende glorificar o vício contra a natureza. Numa total inversão de valores, ele pretende que sejam punidos como criminosos aqueles que censuram o comportamento antinatural.
* * *
O PLC 122/2006 não é uma árvore, em si boa, mas com alguns ramos muito altos, que precisam ser podados. É uma erva daninha, que precisa ser extirpada pela raiz.
O erro do PLC 122/2006 não está nos meios que pretende usar para defender uma boa causa. O erro do projeto está em seu próprio fim: dar direitos ao vício. Por isso, é inútil fazer emendas para tentar aproveitar alguma coisa. É preciso rejeitá-lo totalmente.
Fonte: Julio Severo

Entre aspas e explicações

Jorge Nilson

1. “O HIV é uma Doença Gay”.

Matt Foreman (Fonte: Matt BarberCNSNews.com)

Declaração de um norte-americano ativista gay, revelando a verdade que a imprensa e os ativistas gays brasileiros querem esconder.

2. “Nos últimos 36 anos de prática homoerótica, calculei que devo ter transado mais ou menos com uns 500 homens diferentes". Luiz Mott.

Uma declaração como essa revela o quanto a prática homossexual é imunda e desrespeitosa. Um homem que permite cerca de 500 homens enfiarem o sexo no seu ânus não pode exigir que todos aceitem essa prática como natural. Isto é o mais profundo das trevas espirituais.

Oswaldo Braga, presidente do Movimento Gay de Minas, declarou:

3. “São homossexuais que estão mais envolvidos com a criminalidade, como prostituição e tráfico de drogas, ficando mais expostos à violência”. (Tribuna de Minas, 09/03/2007, p. 3.).

Com isso ele reconhece que um dos motivos da violência sofrida entre os homossexuais é que eles são vitimas de seu próprio comportamento.

4. “A violação de privacidade faz parte da destruição do "Estado Burguês".

João Ricardo Modeste e Ives Gandra da Silva em 02 de maio de 2008 © 2008 MidiaSemMascara.org

Refere-se a inércia e cumplicidade do atual governo do PT em combater a violência do MST.

5. “Para justificar o seu apoio ao aborto, deu a declaração infame, blasfema, antibíblica e anticristã de que as crianças não nascem pela vontade Deus, mas do homem. Puro teísmo aberto, embora talvez ele nem saiba o que é isso! Como fica, então, a passagem do Salmo 139.13-16?” Carlos Gasparotto

Refere-se ao apoio que o “Bispo” Edir Macêdo dá ao assassinato (aborto) de crianças no ventre da mãe.

6. Se alguém já nasce gay, gostaria de ir a uma maternidade ver os recém-nascidos que são gays. Jorge Nilson (Sem comentários)


7. “Até hoje as células-tronco embrionárias (CTE) só produziram tumores, rejeição, desperdício de dinheiro e de vidas humanas. Ninguém foi curado através delas”.
Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz

Desmascara o que os abortistas andam dizendo sobe as pesquisas com células tronco.

13 de mai de 2008

PLC 122/2006 em votação dia 15 de maio

13 Maio 2008
Estimados amigosInformo que o PLC 122/2006 (que institui o crime de homofobia) é o item nº 1 da pauta prevista para o dia 15 de maio (quinta-feira) da Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal.
A Sessão terá início às 10h.
Portanto, vamos começar a mobilização.
Telefone hoje ao Senado Federal dirigindo mensagem ao senador do seu estado para que assuma posição irrestrita a favor da família brasileira e contra a privilegiação da sodomia nas leis. O telefone gratuito do Senado é 0800 61 22 11.
A telefonista perguntará o seu CEP para fazer o seu cadastro. Depois disso, ela perguntará qual a sua mensagem. Pode ser algo como:
Peço a Vossa Excelência que vote NÃO ao PLC 122/2006, que pretende glorificar o homossexualismo e instaurar a perseguição religiosa no país.
A telefonista perguntará a quem você quer enviar a mensagem. Pode ser:
A todos os Senadores do meu Estado (que são três).
Pronto. A ligação é gratuita.Para entender o perigo do PLC 122, abra estes links:
O perigo do PLC 122/2006
Mais artigos sobre o PLC 122/2006
Julio Severo

11 de mai de 2008

"Foi uma vitória e tanto! Nunca vi isso acontecer no Congresso Nacional!"

11 Maio 2008

“Foi uma vitória e tanto! Nunca vi isso acontecer no Congresso Nacional!”
Impressões da histórica Sessão de 7 de maio de 2008, quando — por unanimidade (33 x 0) — foi discutido, votado e rejeitado o PL 1135/91
Prof. Hermes Rodrigues Nery
“Foi uma vitória e tanto. Nunca vi isso acontecer no Congresso Nacional!” Exclamou o Prof. Humberto Vieira, Presidente da Associação Nacional Pró-Vida e Pró-Família, assim que o Deputado Jofran Frejat (PR-DF) anunciou o resultado da histórica sessão na Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) do Congresso Nacional, que colocou em votação o PL 1135/91, visando despenalizar o aborto no Brasil, em tramitação há quase 17 anos no parlamento brasileiro.
O aborto foi rejeitado pela esmagadora maioria dos deputados presentes na CSSF, com o resultado de 33 x 0, pois a reduzida tropa de choque abortista, capitaneada pela Deputada Cida Diogo (PR/RJ), retirou-se soltando cobras e lagartos, vociferando impropérios em alta voz. As feministas gritavam a todo pulmão: “O Estado é laico, o Estado é laico”, ao que o Deputado Nazareno Fonteles esclareceu que o Estado é laico, mas não é ateu, e o povo brasileiro tem o sentido de Deus. Histéricas ficaram também as feministas com os deputados Henrique Afonso (PT/AC) e Luiz Bassuma (PT/BA), que juntamente com os deputados Miguel Martini (PHS/MG), Leandro Sampaio (PPS/RJ), Dr. Talmir Rodrigues (PV/SP), José Linhares (PP/CE) e João Campos (PSDB/GO) lideravam a corrente pró-vida que se formou na sala de Sessões da CSSF, em que os demais deputados, um a um, foram se posicionando, todos em favor da vida.
Um José Genoíno enfurecido, de cara fechada e arrogante, foi contundente na defesa das feministas, afirmando que “o legislador não é eleito para grupos morais, mas para a liberdade e a democracia”. A tropa de choque abortista fez de tudo para ganhar tempo, insistindo — desde o início - no adiamento da Sessão, utilizando-se de todos os recursos protocolares para minar, pelo cansaço, os deputados pró-vida, o que irritou os demais deputados, alguns deles que ainda estavam indecisos e que acabaram votando pelo relatório do Deputado Jorge Tadeu Mudallen (DEM/SP), de birra contra os excessos de Cida Diogo. “Assim não dá, essa mulher extrapolou, eu vou é votar contra ela”, esbravejou um deles, para lá pelas duas da tarde, quando a deputada abortista resolveu puxar um “parabéns a você”, para a Deputada Íris de Araújo (PMDB/GO), que aniversariava naquela dia.
Logo no começo da Sessão, às 9h30min, Jaime Ferreira Lopes afirmara para nós: “Temos garantidos 16 votos”. Mas aos poucos, no desenrolar das horas, com a performance dos abortistas, os indecisos foram se convencendo, aos poucos, a discernir o joio do trigo. Os deputados conversavam entre si, trocavam olhares, faziam gestos, acenavam a cabeça, concordavam um com o outro. O milagre aconteceu, pois foi um milagre a confirmar a ação de Deus em nosso meio. É a pedagogia divina, que nos agrega, tão cheios de fragilidades que somos, pois a obra é de Deus, a vitória é dEle. Os 33 votos foram se consolidando ao longo daquelas horas, que pareciam intermináveis.
Acuados, os abortistas se diziam vítimas de um golpe, queixavam-se de que os deputados pró-vida estavam sendo duros com eles, principalmente depois que o Deputado Ronaldo Caiado fez uso da palavra, pulverizando-os impiedosamente. Pierondi não se conformava. Clodovil Hernandez (PR/SP) também apareceu por ali no afã de um holofote disponível. Logo foi embora, alegando ser apenas um suplente. O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP), que tradicionalmente comparece a essas ocasiões, só para sentir o clima da Sessão, e depois desaparece na hora da votação, mais uma vez fez prevalecer sua praxe. Chegamos a fotografá-lo sentado na mesa, bem estiloso, ao lado do Presidente da CSSF, o tempo suficiente para que seus assessores registrassem a sua presença na reunião. Na hora da votação, sumiu, de repente. O Dr. Pinotti (DEM/SP) tentou socorrer a colega Cida Diogo, com mais um daqueles discursos mentirosíssimos com que costuma iludir as platéias, defendendo com veemência um referendo popular sobre a legalização do aborto. Começou dizendo que era uma estrela internacional, esnobando os pares, o que irritou mais ainda os demais.
Cida Diogo ficou cada vez mais transtornada, especialmente com a forma equilibrada e firme que o Presidente da CSSF conduziu a Sessão, com bom humor e elegância, tendo que explicar várias vezes as regras do Regimento Interno à recalcitrante deputada; mostrando-se bem preparado para a difícil Sessão, de ânimos bem exaltados, em que ele se ancorou nas regras da Casa, para não perder o controle da situação, em meio às retóricas dos abortistas, que queriam pegá-lo num deslize protocolar, para posteriormente solicitar a anulação da Sessão. Mas Frejat foi incansável em afirmar: “o Regimento Interno é o meu limite.”
Não podendo vencê-lo, pois que ele estava com as regras na ponta da língua, a comandante abortista Cida Diogo partiu para a demagogia, dizendo que eles estavam sendo cerceados no seu direito de falar, o que nem na ditadura ocorreu. Frases de efeito que eles gostam de repetir quando estão com a batalha perdida! O Presidente Jofran Frejat lhe explicou — com a calma com quem conta a uma criança um sonho — dizendo que colocada uma questão em discussão e posteriormente em votação, sendo aprovada por unanimidade, ele não poderia voltar atrás, pois o plenário era soberano, e — insistia — tinha o Regimento Interno como seu limite. Mesmo assim, a deputada insistiu em apresentar todos os requerimentos que lhe era permitido pelas regras do jogo, que chegou não apenas a cansar, como enervar os demais parlamentares. Até que, por final, Caiado apresentou um requerimento solicitando que fosse colocado em votação o PL 1135/91. Cida Diogo já havia feito uso da palavra para a leitura do seu voto em separado, ao que foi rejeitado o seu requerimento para que, já quase ao meio da tarde, os mais de 19 deputados inscritos, com cada um tendo direito a quinze minutos de fala pudessem expressar suas opiniões, o plenário soberanamente votou e aprovou por grande maioria, que era preciso por um ponto final naquilo e a hora era de votar. “O povo brasileiro anseia por essa hora, pelo sim à vida”, exclamou o heróico Luiz Bassuma. Até mesmo a deputada Rita Camata (PMDB/ES), cansada do extremismo adotado por Cida Diogo, votou pelo requerimento de Caiado, para que os deputados pudessem votar (muitos estavam morrendo de fome), ao que foi vaiada pelas feministas que a chamaram de “Rita Casaca”.
O Deputado Dr. Rosinha (PT/PR) — que havia redigido à mão, em letras trêmulas, um longo discurso e ficara privado de falar por conta da aprovação do requerimento pela votação —, passou a bufar e a andar de um lado para outro, enquanto as feministas vinham cochichar-lhe ao ouvido. Num ímpeto, chamou os seguranças e ordenou que fossem retirados todos os ativistas pró-vida que chegaram ás 7h30min da manhã e ocuparam as mesas da última fileira, pois, segundo ele, havia parlamentares de pé na Sessão e precisavam ser acomodados. Foi então que o Deputado Jorge Tadeu Mudallen ocupou a mesa da última fileira, sentando-se ao meio, e convidando para sentar-se ao seu lado a pró-vida Nadir Pazin, a contragosto do segurança, que havia dito há pouco que as ordens da mesa eram para ser cumpridas. Ao que falei para Dolly, que era melhor ela sentar também, na ponta, pois as costas já estavam doendo depois de cinco horas, e aos poucos, os pró-vida foram reocupando os lugares, onde reinava, triunfante, o relator Jorge Tadeu Mudallen. A ira dos abortistas aumentou quando crescia a adesão dos deputados pelo apoio ao relatório de Mudallen, não deserdando de suas cadeiras durante toda a Sessão, e — mais ainda — quando começaram a chegar os suplentes, ávidos por votar em favor da vida.
Foi então que o Dr. Rosinha, num chilique beirando a falta de decoro, comunicou ao Presidente da Sessão, que estaria se retirando do plenário, por estarem sendo vítimas de uma estranha orquestração, que ele queria saber exatamente o que estava acontecendo, mas que daquele jeito ele não aceitaria participar mais da votação. Ao que os companheiros Darcísio Pierondi (PMDB/RS) — Dr. Pinotti e Genoíno já haviam saído — e Cida Diogo, resolveram acompanhar o Dr. Rosinha, aos brados, enquanto as feministas, uivando feito hienas ferozes, chingavam a todos de “pedófilos e estupradores”, ao que o Deputado Jorge Tadeu Mudallen arregalou os olhos de espanto, por ver a que nível baixo de ofensa gratuita elas poderiam chegar, por não aceitarem as regras da democracia que tanto defendem. Enquanto as feministas saiam, como almas trevosas e barulhentas, o ambiente da sala de Sessão foi adquirindo, aos poucos, uma tal calmaria, um tal alívio, que o Deputado Jorge Tadeu Mudallen, fazendo um sinal ao Presidente Jofran Frejat, solicitou encarecidamente que fossem logo votar, pois os deputados estavam com apenas um suquinho de frutas que os assessores lhes trouxeram da lanchonete. Enfim, às 14h13min deu-se início à histórica votação. Um a um foram dando o seu “sim” à vida. Todos — inacreditavelmente todos — foram votando pela aprovação do Relatório Mudallen, até que, por último, o próprio Presidente Jofran Frejat, fazendo côro aos demais deputados que diziam: “Pela vida, voto sim”, deu o seu voto “pela vida” que, finalmente, depois de tantos anos, encerrara a tramitação do PL 1135/91, arquivando-o naquela Comissão.
Foram estes os deputados federais que votaram a favor da vida:
Titulares da comissão:
Aline Corrêa (PP-SP)Armando Abílio (PTB-PB)Eduardo Barbosa (PSDB-MG)Geraldo Resende (PMDB-MS)Germano Bonow (DEM-RS)Henrique Afonso (PT-AC)João Bittar (DEM-MG)Jofran Frejat (PR-DF)José Linhares (PP-CE)Leandro Sampaio (PPS-RJ)Maurício Trindade (PR-BA)Mauro Nazif (PSB-RO)Nazareno Fonteles (PT-PI)Rafael Guerra (PSDB-MG)Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE)Rita Camata (PMDB-ES)Roberto Britto (PP-BA)Rodrigo Maia (DEM-RJ)Ronaldo Caiado (DEM-GO)Solange Almeida (PMDB-RJ)Talmir Rodrigues (PV-SP)Tonha Magalhães (PR-BA)
Suplentes da comissão:
Carlos Mannato (PDT-ES)Costa Ferreira (PSC-MA)Gorete Pereira (PR-CE)Íris de Araújo (PMDB-GO)Jorge Tadeu Mudalen (DEM-SP)Luiz Bassuma (PT-BA)Miguel Martini (PHS-MG)Neilton Mulim (PR-RJ)Simão Sessim (PP-RJ)Tadeu Filippelli (PMDB-DF)Valtenir Pereira (PSB-MT)
Encerrada a Sessão, foram os cumprimentos, as lágrimas emocionadas de muitas lideranças pró-vida, deputados se confraternizavam, num clima de “abraço da paz”. Ficamos por ali em cumprimentos e abraços, outros dando entrevistas às tevês, tirando fotografias, muitos ainda sem acreditar no que viviam. “Foi um momento único: 33 x 0”, sem precedentes na história, e que a imprensa, no dia seguinte, iria simplesmente ignorar, registrando o fato em notas de rodapé, ou mesmo silenciando.
Prof. Hermes Rodrigues Nery é Coordenador da Comissão Diocesana em Defesa da Vida e Movimento Legislação e Vida, da Diocese de Taubaté.

8 de mai de 2008

Até quando vão enganar os deficientes?


Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz
Resumo: A pressa dos defensores do artigo 5º da Lei de Biossegurança é justificável. É possível mentir, mas não se pode mentir indefinidamente. Mais cedo ou mais tarde, os pacientes de doenças degenerativas perceberão que estão sendo instrumentalizados para a causa abortista.
Em 2005: na Câmara dos Deputados
No dia 2 de março de 2005, deficientes em cadeiras de roda foram transportados até o plenário da Câmara Federal, a fim de pressionar os deputados a aprovarem o Projeto de Lei de Biossegurança (PL 2401/2003), especialmente o seu artigo 5º, que iria permitir a morte de embriões humanos para fins de pesquisa e terapia. Quando foi anunciada a aprovação do projeto, os deficientes se comoveram até as lágrimas. A emoção foi tamanha, que parecia que eles já estavam curados ou que a cura estivesse muito próxima. No dia 24 de março, o Presidente Lula sancionaria essa lei (Lei 11.105/2005), tendo o cuidado de vetar vários artigos, mas mantendo intacto o artigo 5º, que, pela primeira vez na história, autorizava a morte de inocentes.
No dia 30 de maio de 2005, o então Procurador Geral da República Cláudio Lemos Fonteles ajuizou a Ação Direta de Inconstitucionalidade n. 3510 (ADI 3510) contra o artigo 5° da Lei de Biossegurança (Lei n.º 11.105/05) alegando que a destruição de embriões humanos contraria a inviolabilidade do direito à vida prevista no artigo 5º, caput, da Constituição Federal.
Em 2008: no Supremo Tribunal Federal
No dia 5 de março de 2008, o Supremo Tribunal Federal iniciou o julgamento. Novamente os deficientes foram transportados para lá a fim de assistirem à sessão. O presidente Lula foi representado pelo advogado geral da União José Antônio Toffoli, que fez sustentação oral defendendo a morte dos embriões
O relator Ministro Carlos Ayres Britto, votou pela improcedência do pedido formulado na ação. Segundo ele, os embriões humanos congelados não são sujeitos de direitos, protegidos pela Constituição Federal. O próximo a votar, Ministro Carlos Alberto Menezes Direito, pediu vista dos autos. Como conseqüência, a votação foi suspensa. A então presidente do Tribunal Ministra Ellen Gracie, resolveu antecipar seu voto acompanhando o relator, ou seja, manifestando-se pela improcedência do pedido. Placar: 2 X 0 em favor da destruição de embriões humanos.
O pedido de vistas do Ministro Menezes Direito causou inquietação nos supostos defensores da “ciência”. Por que motivo? Eles continuavam livres para fazer suas “pesquisas”, uma vez que o Tribunal não havia proferido nenhuma decisão cautelar em sentido contrário. Por que tanta pressa?
O QUE SE DIZ...
A VERDADE...
As pesquisas com células-tronco já trouxeram a cura de inúmeras doenças, como mostram todos os dias os meios de comunicação social.
Todas as curas até hoje foram obtidas exclusivamente com células-tronco adultas (CTA), que se encontram na medula óssea, na polpa dentária, no cordão umbilical, na placenta e até no tecido adiposo. Como elas são retiradas do próprio paciente, não ocorre rejeição. Também não produzem tumores. E – o que é o mais importante – não requerem a destruição de embriões humanos.
As células-tronco extraídas de embriões humanos (CTE) são a grande esperança para a cura de doenças degenerativas.
Até hoje as células-tronco embrionárias (CTE) só produziram tumores, rejeição, desperdício de dinheiro e de vidas humanas. Ninguém foi curado através delas.
Não se pode exigir um sucesso imediato das células-tronco embrionárias (CTE), pois elas só foram isoladas por Jamie Thomson em 1998, portanto há dez anos.
Em 1998, Thomson isolou células-tronco extraídas de embriões humanos. Mas o estudo de células-tronco embrionárias (CTE) em animais existe desde 1981, quando elas foram isoladas em embriões de camundongo. Até agora, nem sequer em animais se obteve qualquer resultado seguro o bastante para se experimentar qualquer terapia em pessoas. Em 2006, a revista Nature comemorava 25 anos de pesquisa com células-tronco embrionárias[1]. Uma história de fracassos.
Pode ser que, com algum tempo de pesquisa, as células-tronco embrionárias (CTE) venham a ter algum resultado terapêutico positivo.
Se isso, por hipótese, acontecesse, os pacientes deveriam tomar imunossupressores a vida inteira, para evitar a rejeição. E, além disso, seria necessária a “produção” de embriões humanos em escala industrial. Seria preciso destruir não milhares, mas milhões de embriões humanos. Um número bem superior ao de embriões atualmente congelados.
Somente as células-tronco embrionárias (CTE) são pluripotentes. As células-tronco adultas (CTA) só conseguem regenerar um número limitado de tecidos.
Segundo Dra. Natalia López Moratalla[2], as células adultas “possuem o mesmo potencial de crescimento e diferenciação das células-tronco embrionárias e substituem muito bem as possibilidades biotecnológicas sonhadas para aquelas”. Segundo ela, “existem cerca de 600 protocolos que utilizam células-tronco adultas, e não se apresentou nenhum com células de origem embrionária”.
Dr. David A. Prentice[3] apresenta-nos um placar de 73 a 0. Setenta e três é o número de patologias até agora tratáveis com células-tronco adultas[4]. Zero é o número de doenças que são tratadas, ou pelo menos aliviadas com as células-tronco embrionárias. [5]

Os grandes cientistas do mundo inteiro colocam suas esperanças nas células-tronco embrionárias (CTE).
James Thomson (o mesmo que isolou em 1998 as CTE humanas) e Ian Wilmut (o criador da ovelha Dolly) decidiram, por motivos puramente utilitaristas, abandonar as pesquisas que envolvem destruição de embriões humanos para concentrar-se nas células tronco pluripotentes induzidas (CTPI). Trata-se de uma técnica revolucionária que permite produzir células pluripotentes através da reprogramação de células da pele. Os resultados em camundongos têm sido promissores, inclusive para o tratamento do mal de Parkinson.[6]
Dra. Natalia López Moratalla é contundente: “As células-tronco embrionárias fracassaram; a esperança para os enfermos está nas células adultas”.
Os embriões humanos congelados, se não forem utilizados para pesquisas, não terão outro destino senão o lixo.
Jogar embriões no lixo é o grande desejo das clínicas de reprodução artificial. Mas eles, se não forem queridos pelos pais, podem perfeitamente ser encaminhados para a adoção.
Adotar um embrião é uma utopia. Isso jamais aconteceria.
Isso já acontece. Nos Estados Unidos, há várias organizações que facilitam a adoção de embriões congelados, entre as quais: Embryos Alive, Snowflakes e National Embryo Donation Center. Na Itália, onde a Lei 40, de 19/02/2004, proibiu o congelamento, e o descarte de embriões humanos, o Comitê Nacional de Bioética (CNB) propôs que os embriões congelados já existentes sejam implantados no útero de voluntárias que resolvam tornar-se mães adotivas, com reconhecimento legal da adoção.[7]
Após três anos de congelamento, os embriões tornam-se inviáveis para a implantação no útero.
Diz o CNB do governo italiano: “Esse argumento não encontra fundamento da literatura científica, pela qual não existem hoje evidências de perda de vitalidade nos embriões, mesmo depois de muitíssimos anos de crioconservação”.
Há embriões com menos de três anos que são inviáveis. Eles morrerão mesmo se forem implantados no útero.
Não há meio de saber se a implantação será ou não bem sucedida, a não ser o “adivinhômetro”. Com toda a sua experiência, Dra. Alice Teixeira[8] afirma: “Desconheço qualquer critério que permita dizer se [o embrião] é viável ou não”.
A liberação de pesquisa com células-tronco embrionárias (CTE) nada tem a ver com a liberação do aborto.
A permissão de matar embriões humanos congelados tem tudo a ver com o aborto. A única diferença é que tais embriões estão fora do útero, enquanto as vítimas do aborto encontram-se dentro do organismo materno. Os grandes interessados do artigo 5º da Lei de Biossegurança são os promotores do aborto. De fato, tal artigo, se for declarado constitucional, criará um perigosíssimo precedente para a legalização do aborto no país. Tal decisão será uma tragédia nacional, comparável à decisão Roe versus Wade, com que a Suprema Corte dos EUA liberou o aborto em todo o país, em 1973.
A mentira tem pernas curtas
A pressa dos defensores do artigo 5º da Lei de Biossegurança é justificável. É possível mentir, mas não se pode mentir indefinidamente. Mais cedo ou mais tarde, os pacientes de doenças degenerativas perceberão que estão sendo instrumentalizados para a causa abortista. E quando isso acontecer, será muito mais difícil convencer os Ministros do Supremo a aprovar a matança dos embriões.
No cenário atual, falar de esperança em relação às células-tronco embrionárias (CTE) apresenta-se como fantasia. O que não é fantasioso, mas real, é que a declaração de que o embrião humano não tem direitos — se for feita pela Suprema Corte — será um imenso salto negativo, que abrirá as portas para o aborto, a eutanásia e outras formas de atentado à vida humana. Num futuro próximo os legisladores ou juízes poderão declarar que os paralíticos não são pessoas, que os portadores da síndrome de down não são humanos, que os anciãos que sofrem do mal de Alzheimer não têm direitos. E em nome da “ciência” será autorizada a eliminação desses “subumanos” em proveito dos verdadeiros “humanos”.
Roma, 30 de abril de 2008.Pe. Luiz Carlos Lodi da CruzPresidente do Pró-Vida de AnápolisTelefax: 55+62+3321-0900Caixa Postal 45675024-970 Anápolis GOhttp://www.providaanapolis.org.br
[1] Disponível em: <>. Acesso em: 24 mar. 2008.
[2] Catedrática de Biologia Molecular e Presidente da Associação Espanhola de Bioética e Ética Médica. Cf. ÁLVAREZ, Inmaculada. Natalia López Moratalla: Pesquisa com células embrionárias fracassou. Zenit 23-04-2008 Disponível em: . Acesso em: 26 abr. 2008.
[3] PhD da Universidade de Kansas, internacionalmente conhecido como perito em pesquisas em células-tronco, membro fundador do “Do No Harm: The Coalition of Americans for Research Ethics”
[4] Essa lista engloba diversos tipos de câncer, doenças auto-imunes, doenças cardiovasculares, doenças neurodegenerativas, imunodeficiências, feridas e lesões, anemias e outras doenças do sangue, doenças dos olhos, do fígado, da vesícula e “outros distúrbios metabólicos”.
[5] Disponível em: <> Acesso em 28 mar. 2008.
[6] CIENTISTAS dos EUA tratam Parkinson com células-tronco "reprogramadas". Folha de São Paulo. 07/04/2008 - 18h23. Disponível em: Acesso em: 26 abr. 2008.
[7] COMITATO NAZIONALE PER LA BIOETICA. L’adozione per la nascita (APN) degli embrioni crioconservati e residuali derivanti da procreazione medicalmente assistita (P.M.A). 18 nov. 2005. Disponível em: . Acesso em: 18 mar. 2008.
[8] Livre-docente de Biofísica da UNIFESP/EPM, há cerca de 20 anos vem desenvolvendo pesquisa em Biologia Celular, tentando esclarecer os complexos mecanismos de sinalização celular.
Fonte: Mídia Sem Máscara

7 de mai de 2008

Um pérfido plano diabólico contra a família

Terça-feira, 29 de Abril de 2008

Um pérfido plano diabólico contra a família
Os noticiários divulgam exaustivamente:'Menina de cinco anos é jogada do sexto andar; pai e madrasta são suspeitos''Mulher é acusada de torturar filhas adotivas''Homem de 73 anos é acusado de estuprar e manter em cárcere privado filha durante 24 anos''Mãe abandona filho na lata do lixo'(...)Será que estamos diante de acontecimentos inéditos na história da humanidade? No fim dos tempos? Ou diante de um gancho que a mídia pegou para faturar?Prefiro acreditar que seja a soma de todos esses fatores (exceto o primeiro: pais que espancam, maltratam e matam filhos, e o contrário, também), e mais alguns outros, entre eles a tentativa diabólica de utilizar a mídia para influenciar negativamente o comportamento das pessoas das seguintes maneiras:a) Fazê-las desacreditar na eficiência da instituição familiar, isto é, levá-las inconscientemente ao desrespeito e intolerância para com seus genitores ou aqueles que cuidaram das tais como se fossem filhas legítimas;b) Sensibilizá-las à causa homossexual, ou seja, levá-las ao engodo de que a instituição familiar monogâmica e heterossexual esteja falida e persuadi-las a acreditar que realmente dois homens ou duas mulheres que posam de pai/mãe são sempre as melhores opções de vida que uma criança pode ter, e que esta não terá prejuízos de forma alguma;c) Fazê-las desacreditar que o modelo familiar que a maioria das pessoas conhece, além de falido, é errôneo. Um bom exemplo disso é a campanha promovida pelo presidente Lula em conluio com a apresentadora Xuxa Meneghel, que pretende tirar dos pais a autoridade que eles devem ter sobre os filhos;d) E por fim, levá-la a comportamentos degradantes (uso de drogas e anti-depressivos, tendência ao suicídio, aborto, vida sexual desregrada etc) que culminarão na destruição moral, física e espiritual das pessoas.O apóstolo Paulo, há cerca de dois mil anos atrás, predisse o seguinte:"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia desta. Destes afasta-te (2 Timóteo 3:1-5)"Quer explicação mais nítida do que esta para esses acontecimentos? Por mais que os ímpios, céticos e incrédulos questionem a veracidade e historicidade da Bíblia, eles não podem negar a sua importância para o mundo atual e a responsabilidade que ela traz aos homens sobre o cuidado que devemos ter uns para com os outros, dentre tantos mandamentos sobre o amor fraternal.É claro que todas essas monstruosidades são obras humanas, frutos da malignidade que há no coração das pessoas, mas vejo por detrás disso uma tentativa de se implantar um caos completo e desvirtuar valores morais perenes. É chegado o tempo em que o mal vira bem, e o bem vira mal , a luz trevas, e as trevas luz, o doce amargo, e o amargo doce (Isaías 5:20).A Bíblia é enfática quando manda que os filhos honrem os pais (Efésios 6:1-4). Deus instituiu e acredita na eficácia da família; para o homem e a mulher, instituiu o matrimônio, a criação da família, o cuidado para com os filhos. Somente através da união conjugal de homens e mulheres, é que a humanidade pode avançar e se desenvolver, mesmo com todos percalços que há no mundo.Há pais que maltratam os filhos? Sem sombra de dúvida, mas eles são exceções à regra.Há pais e mães negligentes com seus filhos? Claro, no entanto, há muitos outros pais e mães que amam e cuidam de seus filhos exemplarmente, e melhor: há um Pai que nunca se esquece de seus filhos, Deus (Isaías 49:15).Há pais e mães solteiros que cuidam exemplarmente de seus filhos? Há gays e lésbicas que também o fazem? É claro que há, mas também há muitos deles que dão toda sorte de maus exemplos, mas que a mídia não mostra por lhe ser conveniente guerrear contra o bem.Há filhos bons e obedientes aos pais até na idade adulta? Sim, claro, mas também há diversos filhos que são rebeldes, impenitentes, desobedientes e entregues à própria sorte, que são fruto de falhas na educação recebida ou predominância da maldade no coração destes mesmo que tenham recebido todo amor, carinho e bons exemplos dos pais (Provérbios 19:18; 20:11; 22:6, v. 15; 23:15 e 29:15). E garanto que o número de filhos criminosos e que trazem desgosto e amargura aos pais, que matam os pais tanto física como emocionalmente, é muito maior do que os pais que fazem tais barbáries com os filhos.Há muita gente corrupta que ensina erradamente que o castigo físico que os pais impõem aos filhos é errado e faz-lhes mal. Ledo engano, a começar pela terminologia: o nome correto que se dá é disciplina. Pai que é pai corrige seu filho, e não apenas 'dialoga' (o mundo sempre esteve cheio de crianças de dois a três anos de idade que são mestras em Ciências Sociais, não é mesmo?). Crianças mimadas em excesso pelos pais e entregues à própria sorte têm o privilégio de serem os adultos que mais devem ser evitados.A disciplina é a forma não-verbal de os pais colocarem limites nos filhos, de impor-lhes o respeito que eles lhe devem, é uma forma carinhosa e amorosa de salvar o filho da destruição na vida adulta. Se os pais não corrigirem os filhos enquanto há tempo, a própria vida se encarrega de passar neles um corretivo, e de forma muito mais dolorosa do que uma palmada no bumbum. Eu e tantas outras pessoas nesse mundo fomos corrigidas fisicamente, e nem por isso nos tornamos criminosos. Só na idade adulta é que viemos a compreender a sua eficácia e propósito. É muito mais fácil um criminoso ter sido alguém rebelde à família, criado sem limites e mimado o tempo todo do que ter sido alguém que apanhou dos pais.Há muitos especialistas que são contra o uso da disciplina, alegando que ela contribuirá para que o filho se torne uma pessoa violenta. Tudo bem. Há pais que merecem ser execrados pelo que fazem aos filhos, mas nem todas as pessoas violentas são filhos que apanharam muito dos pais.A estratégia desses pseudoeducadores é de deixar a criança entregue à própria vontade; é inverter os papéis. Eles querem que os filhos mandem nos pais e que atendam todas as suas regalias. São guias cegos.Você duvida disso?

Postado por Marcel Victor Sousa
ComunicóLogos Comunicando o Poder da Palavra.