Seguidores

29 de dez de 2007

IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS, ABORTO E HOMOSSEXUALISMO

Jorge Nilson


Igreja Universal do Reino de Deus, Aborto e Homossexualismo

Ser a favor do aborto só para contrariar a Igreja Católica, é a nova doutrinação do Bispo Edir Macedo, líder da IURD. É um grande contra censo falar de alguém (JESUS) QUE É A FAVOR DA VIDA, e pregar o assassinato de crianças através do aborto. A Rede Record veicula propagandas a favor do aborto, contrariando o que é pregado na Bíblia. O mundo pode ser a favor de tudo o que é contra a vida, contra a família, contra a moral, contra os princípios cristãos e éticos. Mundo é mundo. O mundo jaz no maligno. O diabo é quem influencia as mentes contra Deus e a sua Palavra. Não me admira se os governos, ONGs, políticos, artistas, e toda a sociedade que se diz progressista defenderem essas práticas. Porém, uma igreja que se diz povo de Deus apoiar o aborto, a sensualidade mundana e diabólica, apoiar o homossexualismo través de suas novelas e programas televisivos, é ser um verdadeiro instrumento, não da luz , mas das TREVAS. INDICO ESTE SITE, Só para maiores de 18 anos, (http://www.aborto.com.br/tipos/index2.htm) PARA QUE TODOS VEJAM O QUE A IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS APOIA. Vejam as fotos de crianças abortadas das mais diversas formas de crueldade. Como pode alguém defender esta prática maligna.
O homossexualismo já tem defensores demais. Tem o próprio governo Federal, a Mídia, e muitas ONGs. Porém, receber apoio de uma igreja que se diz povo de Deus é o cúmulo do absurdo. O diabo está dizendo que é santo e o povo por falta de conhecimento está dizendo amém. O senador Marcelo Crivela, em um de seus hinos, diz que não podia ser covarde de ver o povo sendo enganado por falsa doutrina e ficar calado. Pois é, ele demonstrou o que ele é realmente ao se calar perante a liderança da sua igreja. Ele prefere se calar para não ser expulso e perder os votos dos fiéis. Não teve o mesmo procedimento João Batista, pois o mesmo denunciou os pecados dos líderes do povo. Assim fizeram os profetas e apóstolos. O próprio Cristo foi o principal a denunciar a hipocrisia dos líderes do seu povo. As igrejas evangélicas que apoiarem a IGREJA UNIVERSAL DO REINO DE DEUS em nome do “amor cristão e da não separação do povo de Deus” também incorrerão nos mesmos erros.
Muitos dirão naquele dia ao Senhor: Senhor, em teu Nome profetizei e fiz muitas maravilhas. E o Senhor lhes dirá abertamente: NUNCA VOS CONHECI, APARTAI-VOS DE MIM MALDITOS PARA O FOGO ETERNO, PREPARADO PARA O DIABO E SEUS ANJOS.

17 de dez de 2007

Ministra Ellen Grecie cancela a obrigação do SUS em custear a mudança de sexo.

Jorge Nilson

Felizmente, alguém cancelou a ação absurda do Ministério Público em obrigar o SUS a custear a transgenitalização (Mudança de sexo). A 3ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal) da 4ª Região acatou os argumentos do Ministério Público e obrigou o SUS a cumprir a determinação. A Ministra Ellen Grecie do Supremo Tribunal Federal deixou claro que essa prática causaria impacto no orçamento do SUS. Veja na íntegra o artigo da Folha Online :
O STF (Supremo Tribunal Federal) cancelou nesta quarta-feira uma medida do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) que obrigava o SUS (Sistema Único de Saúde) a realizar cirurgias de mudança de sexo.
A decisão do TRF-4 derrubada hoje determinava que o governo federal tomasse em 30 dias todas as medidas que possibilitem aos transexuais a realização da cirurgia de mudança de sexo pelo SUS.
"Não desconheço o sofrimento e a dura realidade dos pacientes portadores de transexualismo, patologia devidamente reconhecida pela Organização Mundial de Saúde. São pessoas que merecem todo o respeito por parte da sociedade brasileira e do Poder Judiciário", declarou a presidente do STF, Ellen Gracie. A ministra, no entanto, decidiu derrubar a medida do TRF alegando o impacto que causaria no orçamento do SUS.
"Verifico, ainda, que, para a imediata execução da decisão [do TRF], será necessário o remanejamento de verbas originalmente destinadas a outras políticas públicas de saúde, o que certamente causará problemas de alocação dos recursos públicos indispensáveis ao financiamento", completa a ministra.
"Encontra-se configurada a grave lesão à ordem pública, em sua acepção administrativa, dado que a gestão da política nacional de saúde, feita de forma regionalizada, busca uma maior racionalização entre o custo e o benefício dos tratamentos médico-cirúrgicos que devem ser fornecidos gratuitamente à população brasileira, a fim de atingir o maior número possível de beneficiários", diz.
Pena que a alegação da ministra fala só de números e orçamento. Nenhum argumento a favor da família. É triste vermos como a família é esquecida justamente pelos que deveriam cuidar dela. É o martelo se rendendo ao prego.

11 de dez de 2007

Gays petistas pedem punição para deputado evangélico

09 Dezembro 2007

Julio Severo

Um grupo homossexual radical dentro do Partido dos Trabalhadores (PT) pede para que sejam tomadas providências contra o deputado federal Henrique Afonso (PT-AC). Segundo o Setorial Nacional GLBT (gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais) do PT, o Dep. Afonso, que é evangélico, teria se referido de maneira “ofensiva à comunidade GLBT ao relacionar a homossexualidade à degradação do ambiente familiar”.
É bem fácil “ofender” os militantes gays. Basta, por exemplo, citar certas passagens da Bíblia onde Deus diz:
“Não se deite com um homem como quem se deita com uma mulher; é abominação”. (Levítico 18:22 RC)
“Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus”. (1 Coríntios 6:9-10 NVI)
Citar ou promover essas passagens já é, em si, manifestação de preconceito, de acordo com a visão homonazista.
Assim, os gays petistas estão pedindo para que a Secretaria Nacional de Movimentos Populares do PT tome as providências por acreditar que Henrique Afonso está violando o estatuto do partido por ser contrário ao aborto e por se manifestar contra o comportamento homossexual.
Os militantes gayzistas e feministas do PT estão muito ofendidos porque Henrique Afonso tem demonstrado firme convicção bíblica na questão do aborto e homossexualismo. Eles se queixam de que o deputado evangélico assinou um ofício datado de 02/03/2007 em que está escrito: os fatores determinantes que cooperam para a degradação do ambiente familiar, bem como de desafios que precisam ser enfrentados como, por exemplo, o aborto, o homossexualismo, a prostituição infantil , a droga, os altos índices de divórcio, a exclusão social, a influência dos meios de comunicação, com vistas à recuperação do verdadeiro sentido que tem a família na construção de uma sociedade justa, humana e fraterna.
O Dep. Afonso é o idealizador da Jornada Nacional Evangélica em Defesa da Vida e da Família[1], lançada no Congresso em 18 de setembro deste ano, a qual teve a participação de várias lideranças evangélicas. A finalidade do evento é discutir infanticídio, aborto, homossexualismo, pedofilia, além de mencionar a situação de pessoas que estão sendo perseguidas por atacarem esses problemas. Os nomes das pessoas são: Márcia Suzuki, Olavo de Carvalho, Pr. Ademir Kreutzfeld, Cardeal Dom Eugênio Sales, Dep. Henrique Afonso, Pe. Luiz Carlos Lodi da Cruz, Dr. Humberto L. Vieira, Dra. Rozangela Justino, Silas Malafaia e Julio Severo.
Por pressões dos militantes gayzistas e feministas, o Dep. Afonso corre o risco de ser expulso do PT.
[1] http://www.henriqueafonso.com.br/julio_severo.htm
Com informações da WikiNews.

2 de dez de 2007

Absurdo: Presidente Lula convoca por decreto Conferência Nacional para a promoção do HOMOSSEXUALISMO

Jorge Nilson

Sinceramente não sei o que se passa na cabeça do presidente Lula. Ele por meio de um decreto, convoca uma Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais. . O que Lula pretende nessa Conferência: 1. Propor as diretrizes para a implementação de políticas públicas e o plano nacional de promoção da sodomia (ou, em termos mais amenos, da cidadania e direitos humanos de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais — GLBT)
2. Avaliar e propor estratégias para fortalecer o Programa Brasil Sem Homofobia.
Depois de repassar milhões de reais dos nossos impostos para promover a agenda homossexual, agora por decreto, convoca uma conferência nacional. Será que só se passa isso na cabeça de Lula? Não poderia investir na promoção da família e não na destruição?
Como sempre o portal MixBrasil, manipula os números dizendo que há cerca de 10% da população brasileira composta de homossexuais relegado ao preconceito e discriminação.
Como disse certa vez, repito: os crimes aumentarão assustadoramente em nosso país. Crueldades inimagináveis surgirão deixando todos perplexos. Acidentes de grandes proporções que sacudirão o mundo. Graves enfermidades que surgirão sem o conhecimento da Ciência. Secas, enchentes, terremotos, corrupção, o aumento da desobediência dos filhos, excessivo consumo de drogas e muitos acontecimentos nunca vistos.
A igreja evangélica tem crescido assustadoramente, porém, não tem conseguido frear o avanço do pecado.
Infelizmente a Câmara de Deputados Federais aprovou como crime de homofobia e ódio, a simples opinião dos que são contra essa aberração.
E agora, há no Sanado Federal esse mesmo projeto para ser votado. Estamos apodrecendo. Estamos nos auto-destruindo. A nação brasileira está dizendo sim para o diabo e não para Deus.
Segundo este mesmo portal a “ Conferência Nacional, que acontece em Brasília, será precedida por Conferências Estaduais. Participam delegados do poder público (executivo, legislativo, judiciário), na proporção de 40% e da sociedade civil, na proporção de 60%. Nos próximos dias, portaria da Secretaria Especial de Direitos Humanos formalizará uma Comissão Organizadora Nacional, composta por representantes dos ministérios e do movimento GLBT organizado. Haverá um texto-base, apresentado por esta Comissão, para orientar os debates. As Conferências Estaduais acontecerão entre fevereiro e abril”.
Seria muito produtivo que as Convenções das Igrejas realizassem, também Conferências sobre a Família e pela vida, e buscassem o mesmo patrocínio do Governo Federal. Porem não há quem esteja disposto a fazer o mesmo. Estão calados. Poucas vozes se erguem a favor da Vida e da Família.
Estarei fazendo campanha contra o Partido dos Trabalhadores, conscientizando os evangélicos a respeito deste partido que é a favor da prostituição, aborto e homossexualismo. Enquanto isso, o bispo da Igreja Universal (Edir Macedo), apóia este Governo maligno.
È absolutamente oportuno o momento de incendiarmos esse país com a mensagem do Evangelho. Já passou da hora de sairmos das quatro paredes e irmos cumprir a nossa missão. Se não chegarmos primeiro aos lares e corações dos brasileiro, o diabo chegará, com decretos, leis, patrocínios e propaganda pró-homossexualismo.
Pastores, pregadores, cristãos em geral, onde está o nosso sacrifício pelo Evangelho? Cristo voltará, e o que nós vamos dizer a Ele? Despertemos enquanto é tempo.
Na próxima eleição municipal, façamos valer o nosso voto e campanha contra o PT e todos os políticos que são a favor do aborto, prostituição e homossexualismo.