Seguidores

29 de jun de 2009

Obama celebrará “aniversário” do movimento homossexual — os Tumultos de Stonewall

Obama celebrará “aniversário” do movimento homossexual — os Tumultos de Stonewall


Kathleen Gilbert

WASHINGTON, D.C., 25 de junho de 2009 (Notícias Pró-Família) — A Casa Branca confirmou que o Presidente Obama convidou líderes do lobby homossexual para o Salão Leste da Casa Branca na segunda-feira para celebrar o “aniversário” do movimento homossexual. Obama comparecerá ao evento.

O gesto de boa vontade, que a Casa Branca não divulgou, ocorre depois do crescente descontentamento do lobby homossexual para com o jeito como Obama vem tratando várias questões.

Ativistas vêm condenando o fato de Obama não atacar agressivamente o Decreto de Defesa do Casamento e a política militar proibindo homossexuais assumidos, ambos dos quais Obama prometeu derrubar.

Depois de relatos de que vários líderes homossexuais haviam recebido convites, a Casa Branca confirmou o evento que celebrará 40 anos do aniversário dos Tumultos de Stonewall.

Os tumultos de junho de 1969 no Bar Stonewall na Cidade de Nova Iorque, onde um grupo de homossexuais revidou uma batida policial, é considerado por muitos como o começo formal do movimento homossexual.

“O evento da próxima segunda-feira é uma chance de a Casa Branca reconhecer as realizações dos americanos LGBT”, o porta-voz da Casa Branca Shin Inouye disse. “Esse evento foi planejado há muito tempo como um jeito de aplaudir esses indivíduos durante o mês do Orgulho Gay”.

Obama havia também decretado uma proclamação em 1 de junho declarando o mês de junho como “Mês do Orgulho LGBT (lésbico, gay, bissexual, transgênero)”.

“Devido em grande parte à determinação e dedicação do movimento de direitos LGBT, mais americanos LGBT estão vivendo suas vidas assumidamente hoje do que nunca antes”, disse a proclamação.

“O movimento de direitos LGBT realizou grande progresso, mas ainda há mais trabalho para se fazer”.

Tim Goeglein, vice-presidente de relações externas de Focus on the Family, apontou para a ironia de Obama estar celebrando os Tumultos de Stonewall depois de se recusar a participar do Dia Nacional de Oração.

“É desapontador que depois de vários anos onde o Dia Nacional de Oração foi realizado no Salão Leste da Casa Branca, o dia infelizmente neste exemplo não é valorizado no mesmo grau”, disse Goeglein.

“É um erro não poder comemorar o Dia Nacional de Oração nos níveis mais elevados, e temos muita esperança de que isso será retificado no próximo ano”.

Veja cobertura relacionada de LifeSiteNews.com:

President Obama Declares June 2009 ‘LGBT Pride Month’
http://www.lifesitenews.com/ldn/2009/jun/09060208.html

Traduzido por Julio Severo: http://www.juliosevero.com/


Copyright © LifeSiteNews.com. “Notícias Pró-Família”.
“NoticiasProFamilia.blogspot.com”.

Nenhum comentário: