Seguidores

4 de ago de 2009

54% das infecções do HIV provocadas por atividade homossexual entre homens de 13 a 29 anos

54% das infecções do HIV provocadas por atividade homossexual


Publicado em :Quinta, 23/04/2009

54% das infecções do HIV provocadas por atividade homossexual entre homens de 13 a 29 anos



Dezoito de junho de 2009 (Notícias Pró-Família) — Os Centros de Controle de Doenças dos EUA divulgaram uma ficha de dados de que 54% das infecções do HIV entre homens, de idades entre 13 e 29 anos, foram provocadas por contato homossexual em 2006. Isso é o oposto dos 34% de infecções provocadas por contato heterossexual no mesmo demográfico.

“De 2001 a 2006, sexo entre homens foi a categoria de maior transmissão do HIV nos Estados Unidos e a única associada com uma número crescente de diagnósticos de HIV/AIDS”, disse a ficha de dados.

O artigo além do mais declara que 77% dos homens homossexuais HIV positivo entre as idades de 15 e 29 não sabem que estão infectados.

O demográfico de jovens adultos homossexuais entre as idades de 13 e 29 é o único demográfico perceptivelmente crescendo em termos de infecção do HIV. Os outros demográficos de idade parecem razoavelmente estáveis em comparação, diz o CDC.

Veja a ficha de dados do CCD aqui.

Veja a cobertura relacionada de LifeSiteNews:

Study: HIV-positive Practicing Homosexual Men 9000% More Likely to Develop Anal Cancer

http://www.lifesitenews.com/ldn/2007/mar/07032205.html

California Homosexual Organization Admits HIV/AIDS is "Gay Disease"

http://www.lifesitenews.com/ldn/2006/oct/06100404.html

HIV/AIDS Rates Rise Sharply in Canada: 51% of Infections Among Homosexual Men

http://www.lifesitenews.com/ldn/2006/aug/06080305.html

Traduzido por Julio Severo: www.juliosevero.com

Fonte: http://noticiasprofamilia.blogspot.com/2009/06/54-das-infeccoes-do-hiv-provocadas-por.html



Este artigo foi enviado por email. Depois avaliado pelo CACP e aprovado para publicação. Lembrando que cada autor é responsável pelo seu artigo. Os artigos não expressam necessariamente a opinião do CACP.

Nenhum comentário: