Seguidores

23 de jan de 2011

Guerra Santa - IPB considera igrejas neopentecostais como seitas










O Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB), reunido em Curitiba-PR, deliberou considerar as chamadas igrejas neopentecostais, tipo Igreja Universal, Internacional, Mundial, etc., baseadas na Teologia da Prosperidade e no Sincretismo, não devem ser consideradas como denominações evangélicas, mas como seitas, e que as pessoas delas oriundas, que cheguem ao presbiterianismo, devem fazer nova profissão de fé e novo batismo.


6 comentários:

Amarildo valim disse...

Por muitos anos discorri com pessoas das chamadas igrejas neo pentecostais são apenas vitimas dos pregadores a IPB tomou uma decisão feliz e certa a repudiar creio que outras farão o mesmo.

Anônimo disse...

Que absurdo o posicionamento da IPB! Por essa desunião que muitos andam se desviando e se escandalizando, o pecado anda avançando na sociedade e dentro das igrejas. Já já vai ter lei de novas formas de "família" com até casamento à três. Quem viver verá.

Anônimo disse...

A IPB aprova o casamento homossexual, já ordenou pastores gays, no brasil já fez casamento homossexual.
Quem diz que é, e não é, não moral para nada, seja ou não verdade, deveria primeiro olhar para o própiro umbigo.
Quem é que busque, estude e peça perdão e vá para uma igreja onde o evangelho vem em primeiro lugar.
Como já aconteceu com a IPB ao redor do mundo.
Os metodistas, entre tantos outros aceitaram.
Cuidado. Só tem moral para falar quem segue a Bíblia.

Pr Agnovaldo disse...

Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência, 1Tm 4.1,2

2 Pedro 2:3 Em sua ambição pelo dinheiro, esses falsos mestres vão explorar vocês, contando histórias inventadas. Mas faz muito tempo que o Juiz está alerta, e o Destruidor deles está bem acordado.

Edilson Sena Lôbo disse...

Amados Irmãos

A Graça e a Paz do nosso Jesus

Faço parte da IPB, reconheço que há exageros em nossas igrejas, pois não existe igreja perfeita, particularmente considero os membros das igrejas citada como irmãos, e não concordo em algumas práticas rteligiosas. Também quero informar que a nossa IPB não aprovou e espero jamais aprovar o casamento homossexual, conforme citado por alguém que postou anônimo. Há tempo nos desligamos da PCUSA.



Anônimo disse...

O que ninguém comenta e quase ninguém sabe é que as igrejas pentecostais, neopentecostais e batistas, todas elas sem execessão, não aceitam os membros vindos de igrejas reformadas (presbiterianas) se não forem batizados novamente por submersão.
A vamos parar de defender o evangelho da prosperidade pregado abertamente por muitas pseudos igrejas e pior ainda por muitos pastores de igrejas que se dizem santas e cheio de PODER.
Prefiro ficar com as palavras de PAULO, "não me envergonho do evangelho que é o poder de DEUS para a salvação primeiro de judeu e depois do grego..."
Se todos pregassem o evangelho estas baboseiras não fariam parte de nenhum concílio para serem analisadas.