Seguidores

9 de nov de 2011

Padre não deixa evangélico ser sepultado em cemitério católico

Padre não deixa evangélico ser sepultado em cemitério católico


O corpo de um pastor luterano foi impedido de ser sepultado junto com o de sua esposa e sogra pois o cemitério em que elas foram enterradas é católico e como ele não comungava da mesma fé, precisou ser enterrado em outro lugar.

O caso aconteceu em Poço das Antas, Rio Grande do Sul, o pastor Ireneu Wasen, 60 anos, faleceu em um acidente de carro na rodovia Tabaí- Lageado (BR-386). Sua esposa Eunice Teresinha Ely, 58, e a sogra Carmelita Maria Ely, 78, também estavam no carro e foram sepultadas no cemitério da cidade.

Mas o padre João Paulo Schäfer, responsável pela paróquia e pelo cemitério, não autorizou o sepultamento do pastor naquele lugar e avisou a família que ele precisaria ser enterrado em outro cemitério, fora da cidade.

“É uma norma da igreja que não podemos quebrar. Só podemos sepultar em nosso cemitério pessoas católicas que contribuem e estejam em dia com a taxa anual. Expliquei isso para a família e eles entenderam” disse o padre.

A cunhada do pastor, Elizabete Flach, disse que a decisão foi angustiante. “Foi uma espera angustiante. A filha queria muito que os pais fossem enterrados no mesmo local”, declarou.

A família então teve que enterrar o pastor em sua cidade natal, Teutônia, também no Rio Grande do Sul. Eunice e Carmelita residiam em Porto Alegre e estavam em Poço das Antas para passar o feriado de 2 de novembro.

Com informações Clic RBS

Divulgação:www.jorgenilson.com

Nenhum comentário: