Seguidores

12 de ago de 2010

Alerta aos pais: A ABGLT quer corromper seus filhos na escola

Alerta aos pais: A ABGLT quer corromper seus filhos na escola

Estimados amigos

Anexa você verá carta de Toni Reis, presidente da ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Transexuais e Transgêneros), dirigida ao UNICEF, que é o Fundo das Nações Unidas para a Infância.

Na carta, a ABGLT cita que já tem entendimento (que significa acordo) com a UNESCO, que é a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

Na carta, a ABGLT cita que tem parceria com Pathfinder do Brasil, uma organização abortista com milionárias ligações internacionais. Cita também parceria com ECOS, uma organização essencialmente promotora de sexo livre para crianças e adolescentes. Conheci a ECOS pessoalmente há quase 20 e na época publicavam o boletim Transa Legal. E finalmente cita que, com o financiamento do Ministério da Educação, a ABGLT está lançando o projeto Escola Sem Homofobia.

O objetivo do projeto é combater a “homofobia” nas escolas. Essa capa de combate essencialmente promoverá a homossexualidade como normal, combatendo toda tentativa de desinibir meninos de beijarem meninos na escola, ou meninas de beijarem meninas na escola.
A atitude de dizer para as crianças que enfiar ou receber o pênis no ânus é errada será considerada “homofobia”. A atitude de encorajar essa conduta será considerada atitude positiva e antidiscriminatória.

Para tal perversão, a ABGLT tem a cara de pau de pedir apoio internacional.

Em seus últimos anos de governo, Lula buscou obter credenciamento da ONU para a ABGLT, só conseguindo neste ano graças ao apoio da secretária de Estado dos EUA Hillary Clinton, que ordenou que todas as embaixadas e consulados dos EUA apóiem o homossexualismo.

Em 2007, a ABGLT tomou a atitude de denunciar Julio Severo ao Ministério Público Federal. Depois que Julio Severo deixou o Brasil para proteger sua família da hostilidade da ABGLT e outros grupos, a ABGLT, com muitos grupos homossexuais, vem trabalhando nos bastidores para descobrir a localização de Julio Severo no exterior.

O que você pode fazer?

Use toda oportunidade que tiver (no rádio, TV, igreja, escola, etc.), para denunciar o apoio institucional e financiamento ao projeto da ABGLT. Afinal, como cidadão brasileiro você é quem está pagando com seu próprio dinheiro suado o financiamento que o Ministério da Educação está dando à ABGLT.
Veja então o absurdo:

A ABGLT está recebendo dinheiro que vem diretamente dos impostos que você paga com tanto suor.

E quer usar SEU próprio dinheiro para corromper SEUS próprios filhos na escola!
E quer apoio da ONU para te roubar e corromper SEUS filhos na escola.

Você tem o direito de denunciar a ABGLT! Você tem o direito de exigir seu dinheiro de volta. Você tem o direito de proteger seu filho da ABGLT.

Ore pelos cristãos que, de forma sincera, alertam a população. Ore também pelo ministério de Julio Severo.

Ore para que Julio Severo e outros cristãos sejam protegidos das artimanhas da ABGLT e outros grupos gays que hoje vivem na cama com autoridades federais.

Sempre que puder, contribua, para que Julio Severo possa prosseguir informando e alertando. Diferente dos grupos gays, que recebem gordas verbas do governo, Julio Severo não depende de nenhum recurso governamental. Julio Severo também não conta com o apoio do governo federal ou da ONU.

Para contribuir pelo PayPal, visite o blog Julio Severo para acessar o botão do PayPal à direita: www.juliosevero.com

Sozinho, muito pouco podemos fazer. Mas se cada um de nós fizer um pouco, a soma de nossos esforços vencerá a ganância e a perversão da ABGLT em alcançar as crianças das escolas.

Divulgue esta denúncia aos seus amigos e líderes.

Julio Severo
Divulgação: www.pensamentosnaweb.com.br

Nenhum comentário: