Seguidores

23 de abr de 2014

Enquanto impostos sobre remédios são aumentados para os brasileiros, governo isenta a FIFA de pagar R$ 1 bilhão em impostos


Enquanto impostos sobre remédios são aumentados para os brasileiros, governo isenta a FIFA de pagar R$ 1 bilhão em impostos

Publicado por  em 17 abril, as 14 : 51 PMPrint
Enquanto impostos sobre remédios são aumentados para os brasileiros, governo isenta a FIFA de pagar R$ 1 bilhão em impostos
Brasileiro já paga a maior tributação do mundo sobre medicamentos, cerca de 34 % de todo o valor pago em medicamentos vão para os cofres do governo em impostos, e governo federal já publicou autorização no diário oficial no dia 27 de março para que a partir do dia 1º de abril o valor dos medicamentos sejam aumentados em 5,68%. Ou seja, desde o início deste mês os remédios vendidos no Brasil, que já são os mais tributados do mundo, estão mais caros ainda.  A cada R$ 3 reais pagos por um remédio mais de R$ 1 é imposto.
Enquanto isso o governo federal isentou a FIFA de pagar mais de R$ 1 bilhão em impostos com a realização da Copa do Mundo. A entidade deve lucrar pelo menos R$ 8,8 bilhões, conforme destaca o site R7.
Isso é a mais escandalosa inversão de valores que podemos atentar. Brasileiros que precisam se medicar para sobreviver precisam pagar valores absurdos, grande parte devido a tributações do governo, tributações estas que são muito mal retornadas para o cidadão. Fato comprovado é o estudo feito pela consultoria Bloomberg em 2013, que constatou que o Brasil é ultimo colocado em eficiência de sistemas de saúde. Quanto paradoxo, não? A maior tributação do mundo e a pior saúde do mundo. Pra onde vai os impostos do brasileiro, que trabalha 5 meses do ano só pra quitar suas contas com o governo (pagar impostos).
Enquanto isso, o mesmo governo que “depena” o seu povo com impostos e entrega o pior retorno em benfeitorias, quase que um retorno nulo, gasta R$ bilhões do sofrido dinheiro do brasileiro para fazer um circo para gringos verem. torna ricos ainda mais ricos e mantem o povo a mercê da própria sorte. A Constituição da República Federativa do Brasil, que é a lei máxima desse país, diz que o poder emana do povo, que o exerce diretamente ou por meio de representantes eleitos. Há eleitos no poder, mas certamente não são representantes do povo, pois o povo continua na penúria, trabalhando para manter a máquina corrupta estatal funcionando, o correto seria uma maquina estatal que funcionasse em prol do povo e não o contrário.
Redação
Revolta Brasil
Divulgação: www.jorgenilson.com

Nenhum comentário: