Seguidores

11 de abr de 2014

LIÇÕES BÍBLICAS - CPAD - Lição 2 - Dia 20 de abril de 2014



LIÇÕES BÍBLICAS - CPAD - Lição 2 - Dia 20 de abril de 2014






LIÇÃO 2
O PROPÓSITO DOS DONS ESPIRITUAIS

INTRODUÇÃO
I – OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR
II – EDIFICANDO A SI MESMO E AOS OUTROS
III – EDIFICAR TODO O CORPO DE CRISTO
CONCLUSÃO

A IGREJA MEDIANTE A EXPRESSÃO DOS DONS

Os pensamentos mais profundos de Paulo estão registrados nas suas epístolas às igrejas em Roma, Corinto e Éfeso. Estas igrejas eram instrumentos da estratégia missionária de Paulo. Romanos 12, 1 Coríntios 12 e 13 e Efésios 4 foram escritos a partir do mesmo esboço básico. Embora fossem igrejas diferentes, são enfatizados os mesmos princípios. Cada texto serve para lançar luz sobre os demais. Paulo fala do nosso papel no exercício dos dons, do exemplo da unidade e diversidade que a Trindade oferece, da unidade e diversidade no Corpo de Cristo, do relacionamento ético – tudo à luz do último juízo de Cristo. O contexto dessas passagens paralelas é a adoração. Depois de uma exposição das grandes doutrinas da fé (Rm 1―11), Paulo ensina que o modo apropriado de corresponder a elas é mediante uma vida de adoração (Rm 12―16). Os capítulos 11 a 14 de 1 Coríntios também se referem à adoração. Os capítulos 1 a 3 de Efésios apresentam uma adoração em êxtase. Efésios 4 revela a Igreja como uma escola de adoração, onde aprendemos a refletir o Mestre supremo. Paulo considera os seus convertidos apresentados em adoração viva diante de Deus (Rm 12.1,2; 2 Co 4.14; Ef 5.27; Cl 1.22,28). Conhecer a doutrina ou corrigir as mentiras não basta. A totalidade da nossa vida deve louvar a Deus. A adoração está no âmago do crescimento e reavivamento da igreja.
Estude o gráfico a seguir. Note o fluxo do argumento, as semelhanças e propósitos que Paulo tem em mente. Em seguida, examinaremos os princípios-chaves desses textos bíblicos.
Temas Principais
Romanos
1 Coríntios
Efésios
Natureza
   Encarnacional

Exortação
O Corpo
A mente renovada
Humildade
Mansidão ou falta de controle?

Unidade e
  Diversidade
  na Trindade

Espírito
Senhor (Jesus)
Pai

As Listas dos
   Dons – As
   Diversidades
   dos Ministérios
   (ver também
    1 Pe 4.9-11)

Natureza funcional
Diretrizes

Um Só Corpo
   Muitos
   Membros
Edificação

12,16,17,26
Empatia

Amor Sincero

Odiar o mal, apegar-se ao bem
Mansidão
Zelo
Regozijo firmeza
     e oração
Comunhão com os
  necessitados
Nenhuma conversa
  malsã
Mentalidade humilde
Nenhuma vingança
Estar em paz
Lidando com a ira

Juízo Final
12.1


12.1
12.1
12.2
12.3
12.1,2


12.6-8







12.6-8






12.6-8
12.6-8,24,25;
13.1-31
12.4,5


12.6-16

16,25-32
12.10,15

12.9-21

12.9

12.10
12.11
12.12

12.8,13

12.14

12.16
12.17
12.18
12.17

12.19-21
12.1,2


12.1
12.2
12.3; 13.1
13.4,5
12.2,3; 13.4-7


12.7-11, 28-31
13.1-3


12.4
12.5
12.6

12.7-11,28-31
13.1-3





12.11,29,30
12.7,12,19

12.12-27


12.7; 14.3-6


12.25,26

13.1-13

13.6

13.4,5
13.6
13.7,8

13.3

13.11

12.25; 13.4
13.5

13.5,6

13.10,12
4.1-3


4.1

4.2,3,17-24
4.2
4.2,14,15


4.7-12



4.4
4.5
4.6

4.7-12






4.7,11
4.11,12

4.7-12


4.12,13,15


4.16

4.25―5.2

4.25

4.32
4.1,23,24


4.28

4.26-29

4.2,23
4.31
4.3
4.26,31

4.13,15,30


Texto extraído da obra “Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal”, editada pela CPAD, pp.467-68.


Fonte: CPAD
Divulgação: www.jorgenilson.com

























Nenhum comentário: