Seguidores

19 de set de 2010

Uma resposta sobre divisão para os católicos

Uma resposta sobre divisão para os católicos

De vez em quando nos deparamos com católicos acusando as igrejas evangélicas e protestantes de serem divididas entre si. Eu mesmo já cheguei a conversar com algumas dessas pessoas que chegaram ao absurdo de dizer que Martinho Lutero foi o principal pivô de toda essa divisão e pluralidade de denominações existentes no mundo.


Não quero aqui negar a existência de divisões, dissensões, disputas e tantas outras coisas ruins existentes no meio evangélico. São diversos os motivos que levaram a isso, a maioria deles é banal e injustificável. Talvez, a única justificativa plausível ocorresse quando certa divisão tivesse ocorrido dentro dos parâmetros de 1 Coríntios 11.19, quando Paulo disse: “Não há dúvida de que é preciso haver divisões entre vocês para que fique claro quem são os que estão certos (NTLH)”. Se você preferir outra versão, este mesmo versículo ficaria assim: “E até importa que haja entre vós heresias, para que os que são sinceros se manifestem entre vós (ACF)”.

Acontece, que quando essas pessoas falam de divisões entre denominações evangélicas, principalmente os católicos, eles acabam se esquecendo (se é que sabem) que uma das primeiras grandes divisões na igreja ocorreu dentro do próprio catolicismo. Quem conhece um pouco de história da igreja sabe o que estou dizendo! Pois, foi em 1054 que ocorreu um grande cisma entre católicos do ocidente e oriente, formando uma outra instituição católica conhecida até hoje como Igreja Católica Apostólica Ortodoxa. Essa divisão ocorreu por disputas política, hierárquicas e de rituais, muito parecido com que ocorre entre muitas igrejas evangélicas atualmente. Vale lembrar ainda, que os católicos ortodoxos não reconhecem a autoridade do Papa nem aceitam os dogmas proclamados pela Igreja Católica Romana. O que é isso senão divisão!


Para decepção dos católicos, essa não foi a única divisão ocorrida na igreja romana. Só para se ter uma noção da diversidade católica, abaixo segue uma lista das principais denominações católicas existentes atualmente, fruto de diversas divisões ocorrida na mesma:


A Igreja Católica Apostólica Brasileira (ICAB), que é uma dissidência da Igreja Católica Apostólica Romana, criada a 6 de julho de 1945 no Brasil, pelo conhecido Dom Carlos Duarte Costa.

A Igreja Católica Conservadora do Brasil, que também é uma denominação católica de rito idolatra e romano. É independente do vaticano e não presta nenhuma obediência ao seu Papa.


A Igreja Católica Liberal (ICL), undada em Londres em 1916, que também é uma igrejas Católica independentes de Roma, também não presta obediência ao seu Papa e administra sete sacramentos.


A Igreja Católica Carismática que é um movimento de caráter pentecostal. Em muitos lugares, como na minha própria cidade os católicos romanos e carismáticos vivem constantemente em brigas e disputadas.


A Velho-Católica, é também um movimento de católicos independentes, fruto de outra divisão ocorrida após o Concílio Vaticano I (1869-1870).

Existem outras igrejas rito católico, fruto de divisões dentro do catolicismo, tais como aIgreja Episcopal Latina do Brasil, a Igreja Católica Ortodoxa Siriana do Brasil e muitas outras.


Assim, se os evangélicos estão divididos, seria correto dizer que os católicos foram os pioneiros dessa bagunça. Portanto, a minha recomendação para os mesmos é: “Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão, Mateus 7.5”.


Que Deus tenha misericórdia de todos nós!

Gleison Elias Pereira

Divulgação: www.pensamentosnaweb.com


Um comentário:

www.gloriosojesusblogger disse...

Uma boa esplanação, parabéns.Tenha uma excelente semana, na paz de Cristo Jesus.