Seguidores

3 de dez de 2011

Quais são os lugares mais perigosos do Brasil para uma criança crescer desprotegida moralmente?

Quais são os lugares mais perigosos do Brasil para uma criança crescer desprotegida moralmente?

Jorge Nilson

Em algum tempo atrás você diria que os lugares mais perigosos do Brasil seriam uma boca de fumo, uma estrada escura ou algo semelhante.

Hoje temos como os lugares mais perigosos do Brasil a escola, os bares, a parada da vergonha gay, o carnaval, os estádios de futebol e o Congresso Nacional. Isto no assunto disseminação de idéias e comportamento humano.

Vejamos:

Os bares: é proibida a entrada de menores em bares, pois além de vender as drogas liberadas é também lugar onde a prostituição e a violência sempre se manifestam. A tendência dos seus freqüentadores é normalizar essas práticas como diversão e lazer. Crianças devem ficar bem longe.

A parada da vergonha gay: Este é o pior evento para se levar uma criança. O que se prática nessas paradas da vergonha gay é uma falta de respeito e pudor, onde os seus frequentadores incentivam a perversão do homossexualismo. Crianças levadas irresponsavelmente pelos seus país, se tornam defensoras do que elas nem entendem. Estamos criando uma geração de pervertidos infantis que logo estarão assimilando esse comportamento e serão também intolerantes aos contrários.

Simular sexo oral ouvindo música evangélica numa parada gay é o cumulo do absurdo. Uma vergonha para a nossa nação. Uma afronta para as famílias brasileiras. Uma afronta para a religião cristã. Imaginem se numa marcha para Jesus, colocassem dois homens como símbolos de impureza sexual e fosse dito que isso era representação o homossexualismo? A própria imprensa estaria batendo forte contra os “intolerantes e disseminadores de ódios contra os gays”.

Carnaval: Satanás recebe autorização dos governantes para as piores práticas sexuais entre as pessoas. Milhões são gastos todos anos pelos cofres públicos para patrocinarem esse ninho do demônio chamado carnaval. Jovens e adolescentes são iniciados sexualmente, muitas neste periodo. A AIDS e as doenças sexualmente transmissíveis avançam no país como conseqüência dessa pratica tão incentivada pela mídia e governo. Drogas, sexo, nudismo, violência, blasfêmia e toda sorte de adoração aos demônios são praticados nestes dias em larga escala. CARNAVAL É FESTA DO DEMÔNIO.

Os estádios de futebol: no país do futebol, a FIFA permite propaganda gay, permite xingamento, permite trabalho de “despachos”, como acontece na Bahia; permite os jogadores se benzerem ao adentrar nos estádios, mas não quer permitir que os jogadores evangélicos manifestem sua fé no momento do gol. Não é um bom lugar para criança ir. As idéias que passam são preconceituosas e perigosas. Sem contar a violência propriamente dita.

As escolas: parece incrível, mas as escolas no Brasil é um dos piores lugares para as crianças em relação as ideias governamentais. Proíbe-se a leitura bíblica, as orações, as pregações e tudo que estiver relacionado a fé cristã. Porém tem distribuição de camisinhas, tem a homossexualização infantil, o incentivo a prostituição, o ensino do evolucionismo, uma educação que não educa, pois os professores fingem que ensinam, os alunos fingem que aprende e o governo fingem que investe em educação.

O Congresso Nacional: salvo os defensores da família, tem se preocupado mais em defender e disseminar a prostituição e o homossexualismo que criar leis que protejam verdadeiramente as crianças. Como uma criança irá assimilar essas leis absurdas e saber escolher?

Hoje sabemos que o PT, partido do governo, trabalha mais em pró da causa gay que qualquer outra coisa. Ai está o perigo: nossos legisladores dizendo justamente o contrario da Constituição Federal que afirma a proteção da família. Deve-se conhecer este local e escolher algum dia mais importante para levar crianças para pesquisa.

Sei que este post é muito simplista, a linguagem também, mas é a verdade nua e simples.

Nenhum comentário: