Seguidores

4 de mai de 2011

Todos Somos Santos, disse Pastor Sobre a Canonização de João Paulo II

Todos Somos Santos, disse Pastor Sobre a Canonização de João Paulo II

Por Horacio Villagra|Correspondente do The Christian Post
Traduzido por Amanda Gigliotti

A Beatificação do Papa João Paulo II congregou em diversas partes do mundo e na Nicarágua milhões de fiéis, que se reuniram para celebrar o ato litúrgico com o motivo de confirmar sua santidade.

Mas o pastor Jairo Arce Mairena expressou diversas críticas sobre o ato que envolveu o mundo inteiro, afirmando que ele cometeu muitos erros em sua vida, convidando, assim, os crentes a conhecer a Biografia do Beato.

Aproximadamente, 10 mil jovens das paróquias Nicaraguenses celebraram no domingo a beatificação do “Papa Polaco” como uma das maiores celebrações da Igreja Católica devido a sua importância. Fato esse levou a diversas críticas por parte de diversas congregações da Nicarágua, tomando parte do ponto de vista evangélico, devido ao que o pastor expôs que “a santidade não é somente de um setor, senão de todos os redimidos por Jesus.”

O pastor comentou a respeito da Beatificação, “todos somos santos, Cristo tem canonizado a todos e todos os que creem nele; igualmente tem nos dado poder, autoridade e nos encomendou para a cura e a salvação humana e da criação,” explicou ele segundo a ACL notícias.

Por sua vez Jairo Arce, reconheceu a importância da figura “humana” de Juan Paulo II, afirmando que devido ao seu grande trabalho com contribuições ideológicas e políticas conseguiu transformar a democracia e a liberdade de diversos povos, mas que além disso, “cometeu muitos erros,” convidando aos ouvintes a conhecer a sua biografia e filme de longa metragem, que comenta, “São excelentes.”

João Paulo visitou a Nicarágua duas vezes e expressou sobre o país, “Oxalá não volte a noite escura.”

No domingo pela manhã uma multidão de mais de 1 milhão de pessoas se reuniram na praça de San Pedro e ruas dos arredores da Cidade do Vaticano para presenciar a beatificação do Papa Juan Pablo II.

A canonização completa requer um segundo milagre, mas isso não deveria ser um problema já que centenas de fiéis se apresentam com milagres, segundo as informações.

A missa de beatificação em Roma contou com a presença de 50 chefes de governo, entre eles, o presidente da Nicarágua Porfirio Lobo.

Fonte:http://portuguese.christianpost.com/noticias

Divulgação: www.jorgenilson.com

Nenhum comentário: