Seguidores

3 de set de 2011

PT aprova texto que ataca mídia e prevê candidaturas próprias


PT aprova texto que ataca mídia e prevê candidaturas próprias



BERNARDO MELLO FRANCO
ENVIADO ESPECIAL A BRASÍLIA
CATIA SEABRA
DE BRASÍLIA


Comentário do autor deste blog: lendo este artigo denunciando o PT, vemos explicitamente a preocupação da imprensa com a mordaça que o PT quer impor na imprensa. Neste assunto a imprensa rebate muito bem, porém a mesma não dá espaço para os cristãos se defenderem dos ataques esquerdista e dos grupos gays.

O PT, neste texto aprovado em sua resolução política parece até um partido democrático quando diz:

"A inexistência de uma Lei de Imprensa, a não regulamentação dos artigos da Constituição que tratam da propriedade cruzada de meios, o desrespeito aos direitos humanos presente na mídia, o domínio midiático por certos grupos econômicos tolhem a democracia, silenciam vozes, marginalizam multidões, enfim criam um clima de imposição de uma única versão para o Brasil".

"O desreipeito aos direitos humanos = O PT desreipeita os direitos humanos cristãos quando não denunciam as injustiças sofridas pelos mesmos em países muçulmanos e socialistas que perseguem os cristãos. Países como Cuba, Venezuela, Coréia do Norte dentre outros.

"O domínio midiático por certos grupos econômicos tolhem a democracia, silenciam vozes, marginalizam multidões, enfim criam um clima de imposição de uma única versão para o Brasil"= A Globo, principalmente, silenciam as vozes evangélicas colocando personagens "crentes" em suas novelas incentivando o ódio contra os cristãos. O que o PARTIDO DO GOVERNO FAZ? NADA. OS DEPUTADOS PETISTAS SÃO MAIS FAVORÁVEIS AO PLC\122 que silenciam o pensamento e a liberdade de expressão dos religiosos, como eles chamam os cristãos. Somos constantemente marginalizados nas escolas, nas igrejas, e até nas praças quando defendemos as crianças e a família, não aceitando a ditadura gay imposta pelos grupos dos homossexuais apoiados pelo PT.

O Texto da Folha.com:

O PT aprovou neste sábado o texto básico da resolução política de seu 4º Congresso. O texto faz críticas à mídia e defende que o partido lance candidato próprio à prefeitura das principais capitais em 2012.

O documento foi aprovado com 98% dos votos, e ainda poderá receber emendas. O texto final será votado neste domingo.

Na versão aprovada, o partido afirma: "O PT priorizará o lançamento de candidaturas próprias nas principais cidades do país, nas cidades em que governa e onde representa a melhor chance de vitória no campo progressista".

O texto também prevê a possibilidade de apoiar candidatos de partidos aliados no plano nacional. "Como partido que busca alianças para suas vitórias, o PT poderá também apoiar candidaturas de outros partidos governistas."

Segundo dirigentes petistas, a política de alianças é o ponto de maior divergência e pode ser alterado até domingo.

No trecho sobre a imprensa, a resolução afirma que "o jornalismo marrom de certos veículos, que às vezes chega a práticas ilegais, deve ser responsabilizado toda vez que falsear os fatos ou distorcer as informações para caluniar, injuriar ou difamar".

"A inexistência de uma Lei de Imprensa, a não regulamentação dos artigos da Constituição que tratam da propriedade cruzada de meios, o desrespeito aos direitos humanos presente na mídia, o domínio midiático por certos grupos econômicos tolhem a democracia, silenciam vozes, marginalizam multidões, enfim criam um clima de imposição de uma única versão para o Brasil", conclui o documento.

Fonte: Folha.com

Divulgação: www.jorgenilson.com

Nenhum comentário: