Seguidores

1 de set de 2011

Após jejuar na cadeia, líder de seita polígama está “em condição crítica”

Após jejuar na cadeia, líder de seita polígama está “em condição crítica”

Warren Jeffs foi preso e condenado a prisão perpétua por abusar sexualmente de menores de idade

Após jejuar na cadeia, líder de seita polígama está “em condição crítica”

Preso e condenado à prisão perpétua por abusar sexualmente de seguidoras menores de idade, o líder religioso Warren Jeffs passou a fazer greve de fome e em consequência disto, está em “condição crítica mas estável”, após ser hospitalizado na segunda-feira segundo informa o site da BBC.

O porta-voz do líder religioso polígamo disse em nota que ele vinha limitando a ingestão de alimentos e líquidos há algum tempo. Ele também sofria de “outras condições médicas sérias”.

Jeffs é o líder da Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, uma cisão da Igreja dos Mórmons, quando esta abandonou a prática da poligamia.

A seita tem cerca de 10 mil seguidores e tem como premissa a crença de que para ir ao céu, homens precisam se casar com pelo menos três mulheres, enquanto elas precisam ser subservientes ao marido.

Durante o julgamento, a promotoria apresentou amostras de DNA provando que Jeffs era o pai de uma criança cuja mãe tinha apenas 15 anos à época do nascimento. Outra prova, uma gravação em áudio, foi usada na Justiça como mostrar que Jeffs havia estuprado uma menina de 12 anos.

A promotoria disse que o líder religioso passou anos viajando pelos Estados Unidos e evitando a prisão, até ser incluído na lista dos dez mais procurados do FBI.

Jeffs foi transferido da penitenciária em Huntsville, no Texas, para a prisão Powledge, no mesmo Estado, na semana passada.

O religioso também teve de receber cuidados médicos após jejuar durante outras passagens em presídios americanos, nos estados do Arizona e Utah.

Fonte: Gospel Prime

Com informações BBC

Divulgação:www.jorgenilson.com

Nenhum comentário: