Seguidores

26 de abr de 2011

Se êxodo continuar, em três anos não haverá mais cristãos no Iraque

Se êxodo continuar, em três anos não haverá mais cristãos no Iraque

Grupos de ajuda humanitária que protegem os cristãos perseguidos afirmam que, se não for tomada nenhuma providência, em três anos não haverá mais cristãos no Iraque.

A Portas Abertas Estados Unidos pede o fim do êxodo cristão no Iraque, onde os cristãos têm sido alvos nesse país de maioria muçulmana. Desde o ataque a Bagdá no dia 31 de outubro de 2010, cerca de 95.000 cristãos fugiram do Iraque para países vizinhos como Egito, Jordânia ou Líbano.

Jerry Dykstra, diretor de imprensa, explica que, em apenas cinco meses, um número alarmante de cristãos foram embora do país e, segundo ele, esse número continuará a aumentar a menos que algo seja feito para proteger os cristãos.

“Se você analisar o ano inteiro, vai ver que são quase 200.000 cristãos que foram embora. E, se fizer a média, poucos cristãos sobraram”, ele alerta. “Esse êxodo se dá devido a vários motivos: sequestros, ameaças e assassinatos. Então, fica claro que é um esforço vindo dos extremistas muçulmanos para eliminar a comunidade cristã do Iraque.”

A Portas Abertas está realizando uma campanha entre os norte-americanos para que eles assinem uma petição para a Secretária de Estado Hillary Clinton, pedindo que ela trabalhe com o governo iraquiano para proteger os direitos dos cristãos e de outras minorias religiosas no país.

Portas Abertas

Divulgação: ww.jorgenilson.com

VISITEM O MEU MAIS NOVO BLOG DE NOTÍCIAS GOSPEL: GOSPEL1NEWS.WORDPRESS.COM

Nenhum comentário: