Seguidores

25 de jul de 2011

Globo critica censura ao horário de programação de suas novelas, mas...


Globo critica censura ao horário de programação de suas novelas, mas...

Jorge Nilson

Numa entrevista ao IG com o título: Luis Erlanger: “Classificação de idade com faixa horária é ataque à liberdade de expressão”, o diretor da Central Globo de Comunicação diz que não cabe ao Estado decidir o que seus filhos vão assistir. Porém quando o assunto era Kit gay, o discurso da Globo era outro:( http://youtu.be/JQmVXHyjr_I.) Por ai vemos a grande hipocrisia da rede global. São a favor da censura, desde que não seja contra a sua grade de programação. Ele mostra também preocupação se algum evangélico (chamando-o de fundamentalista) assumir a Presidência da Republica: Pensamento dominante
“O Brasil vai ter um problema muito grande do ponto de vista cultural, se os cidadãos seguirem padrões de acordo com o pensamento dominante. A ideia de classificação indicativa começou no governo PSDB e foi implantado pelo PT. Mas nada impede, por estarmos numa democracia, que venha amanhã um partido fundamentalista. Quem decide as seis pessoas responsáveis por esta classificação é o governo. Digamos que tenha um partido que se posicione contra o homossexualismo, o aborto, favorável ao ensino religioso... Se sou presidente eleito por este partido, vou colocar no Ministério da Justiça funcionários que sigam esta cartilha. Olha o perigo.” Para
Luis Erlanger, os governantes, que são eleitos pela população diga-se de passagem, não deve seguir o que a maioria da população acredita (http://oplop.wordpress.com/2011/03/01/boletim-0-9-a-luta-contra-a-homofobia-no-brasil/), 99% da população não apóia o movimento gay e suas práticas absurdas. Ai sim, o governo pode invadir a família, as escolas, as igrejas, e a mente da população e censurar. Mas a grade de programação da Globo, NÃO PODE.

Para a Globo, o governo deve sim controlar os direitos dos pais quanto a educação dos filhos em vários assuntos, mas quando o assunto é a programação da Globo, o governo NÃO PODE.

E assim vamos com mais uma crise de estrelismo global.

Nenhum comentário: