Seguidores

29 de ago de 2011

As mentiras das Testemunhas de Jeová

As Mentiras das Testemunhas de Jeová
Autor : Prof. João Flávio Martinez Publicado em : Quarta, 06/06/2007

O dicionário Aurélio define mentira como:

1.Afirmar coisa que sabe ser contrária à verdade, dizer mentira(s);

2.Errar no que diz ou conceitua;

3.Dar uma indicação contrária à realidade; induzir em erro; ser causa de, ou dar margem a engano, iludir;

4.Não revelar; ocultar, esconder.

O corpo governante [os líderes das TJs] explica a posição de Jeová sobre a mentira:

“Nosso criador, cujo nome é Jeová, odeia o mentir, conforme expressa claramente Provérbios 6:16-19 (...) Este Deus veraz exige de nós que vivamos segundo as suas normas para receber sua aprovação. (...) Os que se apegam a negar o hábito de mentir não lhe são aceitáveis; não receberão dele a dádiva da vida eterna. Deveras, o Salmo 5:6 diz francamente que Deus ‘destruirá os que falam mentira’.(...) De modo que aceitarmos o conceito de Deus sobre a mentira dá-nos um motivo forte para falar a verdade.” (a Sentinela, 15/12/1992,pág. 23)

Será que as TJs praticam realmente o que pregam em suas revistas? Ou estarão seus líderes a enganar de modo proposital as pessoas?

Normalmente em sua busca por prosélitos de porta em porta, as Testemunhas de Jeová tentam projetar nas pessoas a visão de uma religião superior, tentam passar uma imagem de pureza e lealdade à Bíblia sagrada. Chegam a dizer que é a única religião verdadeira na face da terra e que fora da organização não pode haver salvação. Diz ainda que sua religião é o único canal de comunicação entre Deus e o homem. Mas antes disso, porém, eles usam as táticas que muitos políticos usam em dias de eleições, qual seja, tentam primeiro denegrir a imagem de outras igrejas, de seus membros e doutrinas para então mostrar que são os únicos cristãos verdadeiros sobre a face da terra, tendo as demais igrejas da “cristandade” caído na total apostasia.

Mas vale a pena perguntar: estarão sendo sinceras as Testemunhas de Jeová com as pessoas? Os fatos indicam que não!



MENTIRAS E MAIS MENTIRAS...



SOBRE OS DÍZIMOS -
A Mentira: Em todos os seus folhetos de apresentação as TJs dizem que não cobram dízimos ou fazem coletas. Fazem isto à primeira vista para impressionar as pessoas. Depois acusam os pastores evangélicos de ladrões; de extorquir dinheiro do povo.

A Verdade Dos Fatos: As Testemunhas de Jeová de fato não têm o temor de Jeová, pois se tivessem, não ocultaria a verdade de modo inescrupuloso ás demais pessoas. A verdade dos fatos é que elas cobram ofertas e arrecadam muito mais do que nas igrejas evangélicas, vejamos como se sustentam as TJs:



“Como se dava no primeiro século, hoje todos têm parte em arcar com esta responsabilidade, inclusive os menos abastados, que, com suas contribuições pequenas, têm sido o sustentáculo do apoio financeiro à Sociedade.(...) e reserva regularmente parte de seus fundos pessoais para contribuir no Salão do Reino local.” (A Sentinela, 01/12/1989, pág. 27)

Observe a expressão “arcar” e “regularmente”. Ora, se um TJ tem responsabilidade em “arcar” com as despesas de sua religião e fazem isto de modo “regular”. Pergunto: Qual a diferença real entre elas e os que são dizimistas? No fundo a real diferença é apenas de nome e não de fato.

“E visto, que é no salão do Reino que a maioria das nossas reuniões se realizam, contribui você regularmente com recursos financeiros e esforça-se arduamente para mantê-lo em bom estado?” (a Sentinela, 15/06//1988, pág. 13)

Realmente elas mentem quando dizem que não cobram dízimos e ofertas. Ainda são incentivadas a fazerem isto arduamente!

Mas não para por aí, em A Sentinela de 1º de Dezembro de 1991 na pág. 29, sob o título “Como Alguns Contribuem para a Obra do Reino”, Pendem o que devem e o que não devem, vale tudo, desde pequenas doações até mesmo testamentos, propriedades, seguro de vida e muito, muito mais...





SOBRE O AMOR AO PRÓXIMO -
A Mentira: Dizem que são os únicos que demonstram amor uns pelos outros, cumprindo assim o mandamento de Jesus de serem conhecidos como seus discípulos. Ao contrário disso a cristandade não faz outra coisa a não ser odiar seu semelhante, praticando até guerra uns contra os outros, demonstrando assim que não fazem parte dos discípulos de Cristo porque não demonstram amor uns pelos outros. Quem lê este tipo de propaganda enganosa poderia pensar que ao adentrar no grupo das TJs estaria no meio do paraíso. Contudo ledo engano!

A Verdade Dos Fatos: A verdade é que a crueldade das tjs para com as pessoas é deverás repugnante. Se porventura você abandonasse a religião das TJs por descobrir suas falsidades, faz idéia de como seria tratado? Vejamos como elas são incentivadas a tratar tais pessoas:



As TJ’s odeiam aqueles que têm pontos de vista diferente e se apartaram da Organização? Como elas os tratam?

“nunca os receba em seu lar nem os cumprimente...Estas são palavras enfáticas, orientações claras.” (A Sentinela 15 de Março de 1986 pág.13)

Então ela é ensinada a odiá-los?

“Queremos ter a lealdade que o rei Davi evidenciou ao dizer: “Acaso não odeio os que te odeiam intensamente, ó Jeová...?Odei-os com ódio consumado...” (A Sentinela 15 de Março de 1996 pág.16)

Agora preste atenção na hipocrisia:

“É verdade que as pessoas talvez discordem veementemente entre si nas suas crenças religiosas, mas não existe base para odiar uma pessoa só porque ela tem um ponto de vista diferente...” (o Homem em busca de Deus, pág. 10)

Então porque elas ensinam a odiá-los?

“Não tem sido culpadas de representar uma farsa por dizerem ‘amamos a Deus’ ao passo que odeiam seus irmãos de outra nacionalidade, tribo ou raça.” (Poderá Viver para sempre no Paraíso na Terra, pág. 189/90)”

O que temos lido acima pode ser chamado de amor ao próximo?SOBRE IMORALIDADE -
A Mentira: Dizem que sua religião não se mistura em imoralidades como acontece com os clérigos da cristandade.

A Verdade dos Fatos: O caso é que todos os anos milhares são desassociados de sua organização por se relacionarem com casos de imoralidade. A propósito, as TJs não hesitaram em explorar a questão da pedofilia no meio do catolicismo romano. Mas neste ano [2002] estourou o que estava encoberto no meio das TJs, qual seja, casos de pedofilias envolvendo anciãos das TJs. Veja ainda estes depoimentos:

“...todo ano milhares são desassociados da congregação por causa de imoralidade sexual” (a Sentinela, 15/12/1989, pág. 18)

“Lamentavelmente, todos os anos, milhares sucumbem à imoralidade. Alguns aumentam esta deslealdade por levarem uma vida dupla, persistindo num proceder de transgressão ao passo que fingem ser cristãos fiéis.” (A Sentinela, 01/08/1997, pág. 11)

Mostramos aqui apenas algumas das muitas mentiras propaladas pelas TJs, em especial seus líderes, que são os verdadeiros mentores desta parafernália. Não cuidamos em mostrar uma lista exaustiva de tais mentiras para provar que as TJs faltam com a verdade de maneira vergonhosa para com as pessoas. Não precisamos mostra 50 exemplos destes para provar que elas são mentirosas, assim como um ladrão não precisa roubar 10 vezes para provar que é realmente um ladrão, uma vez só basta.
______________________________________________

Fonte: http://www.cacp.org.br


Divulgação:www.jorgenilson.com

Nenhum comentário: